Profile Main Image

MTG

Budgetzando Arena - Temur Elementals, um agressivo capaz de gerar muito valor.

Deck tribal que além de extremamente agressivo ainda consegue rampar mana de forma extramente acelerada.

Os elementais são uma tribo que esta em evidência a algumas coleções. E apesar de não ser um Tier 1 do formato, as vezes consegue seu espaço no meio competitivo. A versão completa do deck foca em rampar terrenos de forma rápida e usar esses terrenos para encher o campo com elementais que vão receber bônus de ataque com [card](Creeping Trailblazer), [card](Bolt Hound) e [card](Chandra, Novice Pyromancer), além do companheio [card](Kaheera, the Orphanguard). Porém, com a quantidade de mana que o deck gera, temos uma segunda condição de vitória, que é conseguir conjurar [card](Ugin, the Spirit Dragon) em poucos turnos ou coloca-lo em campo com [card](Genesis Ultimatum). [deck](52478) BUDGETIZANDO Na versão budget, infelizmente removemos a condição de vitória alternativa, ou seja, tanto [card](Ugin, the Spirit Dragon) como [card](Genesis Ultimatum) são removidas do deck. Também removemos [card](Kaheera, the Orphanguard). Ainda mantemos as 2 cópias de [card](Chandra, Novice Pyromancer), que normalmente será usada para aumentar o poder dos nossos elementais até o final do turno, porém também pode ser usada para gerar mana ou até causar dano a qualquer alvo. Também mantemos as 4 cópias de [card](Creeping Trailblazer) que além de aumentar o poder dos elementais que controlamos ainda pode receber um bônus de ataque até o final do turno para cada elemental que controlamos. E por fim, mantemos as 4 cópias de [card](Bolt Hound) que aumenta o poder de todas as nossas criaturas até o final do turno ao atacar. Para se aproveitar de todo esse aumento de poder, temos: Mantemos as 4 cópias de [card](Lightning Stormkin), que possui evasão, no caso voar, para atacar de modo mais fácil além de impeto pra já entrar atacando. Também mantemos as 2 cópias de [card](Scampering Scorcher) que entra colocando fichas de elementais para deixar o nosso campo mais agressivo. Adicionamos 4 cópias de [card](Scorch Spitter) que ao atacar ainda causa dano direto ao alvo que estiver atacando. Além da parte agressiva do deck, ainda temos a parte do ramp: Mantemos as 4 cópias de [card](Arboreal Grazer), que apesar de não ser um elemental ajuda a encher o campo de terrenos no early game. Também mantemos as 4 cópias de [card](Risen Reef), que ajuda a rampar sempre que ele ou outro elemental entra em campo. Aumentamos de 2 para 4 cópias de [card](Parcelbeast) que ajuda a rampar ou encher nossa mão. E removemos as 4 cópias de [card](Cavalier of Thorns). Para o suporte: Removemos as 2 cópias de [card](Omnath, Locus of the Roil). Aumentamos de 2 para 4 cópias de [card](Cloudkin Seer) que nos ajudar a comprar cartas. E adicionamos 4 cópias de [card](Healer of the Glade) para nos manter vivos por mais tempo. Na base de mana, removemos todas as cópias de [card](Ketria Triome), [card](Steam Vents), [card](Breeding Pool), [card](Stomping Ground), [card](Temple of Epiphany), [card](Temple of Abandon) e [card](Temple of Mystery). Adicionamos 2 cópias de [card](Thornwood Falls), 2 cópias de [card](Swiftwater Cliffs) e 2 cópias de [card](Rugged Highlands). E por fim aumentamos de 1 para 5 cópias de [card](Forest), de 1 para 5 cópias de [card](Island) e de 1 para 6 cópias de [card](Mountain). E com essas alterações chegamos a seguinte lista: [deck](52479) Apesar das alterações, o deck ainda consegue encher o campo de forma extremamente rápida, tanto de criaturas e terrenos, e agredir o oponente com os elementais com poder buffado graças a [card](Creeping Trailblazer), [card](Bolt Hound) e [card](Chandra, Novice Pyromancer).

Compartilhe:

Nota

0

Profile Main Image

MTG

On Budget

Social

User profile image
Profile Main Image

Thiago

Os Arquétipos do cEDH #11 - Mana Infinita, e Agora?


Olá, meus queridos! Tudo bem com vocês? Meu nome é Fogaça e estou aqui para falar sobre Commander. No último artigo anunciei que entramos na fase final de nossa série, o que nos leva a falar sobre algumas tendências de deck build que aparecem no cEDH e não devem ser deixadas de fora de nossos textos. Pensando nisso, teremos um de especial de fim de temporada, onde o artigo de hoje e o da semana que vem conversarão um com o outro, trazendo um fim digno para quem nos acompanhou nesses últimos meses. Para isso, falarei, no dia de hoje, sobre alguns comandantes anteriormente usados como sintetizadores de mana, de modo a dar opções para os amigos que gostam de combar mana infinita. [image](https://cdn.cardsrealm.com/images/cartas/en/mrd-mirrodin/isochron-scepter-188.jpeg?3876) [image](https://cdn.cardsrealm.com/images/cartas/en/kld-kaladesh/dramatic-reversal-44.jpeg?1497) *O COMBO* Quando pensei em falar sobre esse tema, sabia que teria que o introduzir de uma forma melhor do que simplesmente jogar os comandantes e falar sobre o que eles fazem, mas, no fim, acaba sendo esta a nossa opção. Combos de mana infinita são característicos do formato, podendo ter as mais diversas fontes e moldes, desde os mais simples, até os mais complexos, mas, quando penso neles, também lembro daquela clássica jogada onde um player atinge a tão cobiçada fonte ilimitada de mana e passa o turno, pois não possui um modo para aproveitá-la. Sendo assim, nosso artigo de hoje dará opções aos jogadores que preferem uma estratégia baseada em uma condição para mana infinita, fazendo com que esse loop seja seu objetivo, uma vez que seu general possa resolver o jogo baseando-se nisso. *COMANDANTES* Basicamente, uma lenda a qual encabeça um deck que tenha como objetivo gerar mana infinita tem de ser um chamado mana sinker, podendo, assim, aproveitar a geração de mana, seja ela incolor ou colorida. Podemos, desta forma, traçar um paralelo com nosso primeiro artigo, onde falamos sobre [[Food Chain]] - naquela ocasião, o comandante deveria ter um efeito favorável ao entrar ou sair do campo ou mesmo durante seu cast. Para nossa lista de hoje, separei alguns comandantes que integram os principais tiers do formato, de modo a dar opções de acordo com os diferentes arquétipos presentes no jogo, permitindo uma maleabilidade de escolha para os mais diversos pilotos. [image](https://cdn.cardsrealm.com/images/cartas/en/c16-commander-2016/breya-etherium-shaper-29.jpeg?7771) Iniciamos com um dos clássicos, já presente a um bom tempo no formato. Breya já teve seus altos e baixos, derivando sua build entre o valor e a proatividade de um combo rápido. Para hoje, falaremos sobre este segundo, sendo que uma ideia de mana infinita colorida já resolve nosso jogo: com a própria habilidade de Breya, poderemos sacrificá-la, junto a um toptero criado por ela, de modo a causar dano direto aos oponentes e repetir o ciclo, reconjurando-a e ativando suas habilidades para levarmos o jogo. Para este combo dar certo, uma build explosiva com várias opções de tutores e geradores de mana são necessários, uma vez que Breya é afetada tanto por hates para criaturas, quanto para artefatos, além de exigir um combo em sorcery speed. [image](https://cdn.cardsrealm.com/images/cartas/en/mh1-modern-horizons/urza-lord-high-artificer-75.jpeg?137) Entrando, agora, nos decks mais disruptivos, temos o conhecido Archenemy do azul. Urza é considerado o melhor general azul do formato por sua adaptação ao meio onde está, podendo, assim como seu antecessor Chain Veil Teferi, impor o ritmo da mesa, de modo a escolher os momentos onde quer explodir e ter uma jogada de valor ou jogar para trás e se previnir do jogo alheio. Sua habilidade de conjurar cartas vindas do grimório pode, em uma primeira visão, ser considerada uma roleta russa, uma vez que você deva embalhar o deck para resolvê-la, mas, quando unida a um combo de mana infinita, esta passa a ser um claro meio para jogar todo o grimório, e, consequentemente, vencer o jogo - o que falta, neste caso, é apenas uma maneira adequada para a vitória, como as opções de [[Jace, Wielder of Mysteries]] e [[Thassa's Oracle]] para a condição de overdeck ou os turnos infinitos proporcionados por [[Nexus of Fate]] e [[Beacon of Tomorrows]]. [image](https://cdn.cardsrealm.com/images/cartas/en/c16-commander-2016/thrasios-triton-hero-46.jpeg?4918) Ao falarmos de [[Thasios, Triton Hero]], temos muita lenha para nos abastecer. Poderia ficar aqui escrevendo por horas, dissertando sobre as inúmeras variações que este comapanheiro possui, mas, entre elas, uma coisa é certa: tanto para o valor, quanto como um mana sink, Thrasios é essencial, de modo a permitir, assim como Urza, um finishing consistente para uma condição de mana infinita, porém, desta vez, não temos a questão da roleta russa inclusa, além de possuirmos, também, um card selection na forma de um scry 1, de modo a possibilitar as mesmas opções que nosso bom velhino, porém com uma color pie mais ampla e uma consistência maior como peça de card advantage individual. [image](https://cdn.cardsrealm.com/images/cartas/en/eld-throne-of-eldraine/kenrith-the-returned-king-303.jpeg?8574) Por fim, falamos sobre nosso querido rei, o qual caracteriza, ao meu ver, a máxima elevação de um único comandante para o formato. Se Thrasios é excelente por agregar um grande card advantage, Kenrith é tudo o que um jogador de cEDH deseja, possibilitando draws, buffs, life gain, reanimate e evasão para nossas criaturas, de modo a ser uma peça única no formato. Para finalizar o jogo com nosso monarca, não precisaremos de uma peça adicional, como nos outros casos, pois ele mesmo garante tal feito: a partir de uma condição de mana infinita, poderemos usar sua habilidade de draw para comprarmos nosso deck, e, com isso, poderemos jogar duas criaturas quaisquer, como mana dorks, para as crescer, concedê-las atropelar e ímpeto e as usar para finalizar o jogo através do ataque, direcionando cada uma (junto ao Kenrith) para um oponente, tendo, desta forma, todo nosso grimório em mãos para responder possíveis tentativas de sobrevivência dos adversários. *CARTAS NOTÁVEIS E ALTERNATIVAS BUDGET* Agora é oficial: unir estas duas sessões virou tendência. Brincadeiras à parte, vamos novamente unir o útil ao agradável para deixar uma lista de opções para vocês - deixarei alguns comandantes que podem ser bem desenvolvidos a partir de uma condição de mana infinita, dando, assim, mais opções para quem quer aproveitar esse arquétipo e buildar em volta dele. Caso haja alguma dúvida sobre como útilizá-los, peço que deixem suas questões nos comentários, desta forma, tentarei ajudá-los em sua tarefa de deck build. [image](https://cdn.cardsrealm.com/images/cartas/en/piko-ikoria:-lair-of-behemoths-promos/kinnan-bonder-prodigy-192p.jpeg?196) [image](https://cdn.cardsrealm.com/images/cartas/en/frf-fate-reforged/tasigur-the-golden-fang-87.jpeg?9314) [image](https://cdn.cardsrealm.com/images/cartas/en/m20-core-set-2020/golos-tireless-pilgrim-226.jpeg?6459) [image](https://cdn.cardsrealm.com/images/cartas/en/thb-theros-beyond-death/kroxa-titan-of-deaths-hunger-221.jpeg?5646) [image](https://cdn.cardsrealm.com/images/cartas/en/shm-shadowmoor/oona-queen-of-the-fae-172.jpeg?7274) [image](https://cdn.cardsrealm.com/images/cartas/en/mh1-modern-horizons/sisay-weatherlight-captain-29.jpeg?6393) [image](https://cdn.cardsrealm.com/images/cartas/en/thb-theros-beyond-death/uro-titan-of-natures-wrath-229.jpeg?3990) [image](https://cdn.cardsrealm.com/images/cartas/en/c13-commander-2013/marath-will-of-the-wild-198.jpeg?8017) CONCLUSÃO Sei que nossos artigos anteriores tiveram uma característica mais argumentativa que este, o qual teve uma característica mais expositiva, mas, isso se deve à construção do nosso proxímo texto, o qual finalizará nossa série. Para hoje, gostaria de deixar uma mensagem de que se deve analisar as vantagens e desvantagens de se usar um combo, seja qual ele for, em relação à build e ao comandante - é comum encontrarmos combos de mana infinita de forma avulsa nos decks por ai, mas, no fim, eles são mesmo necessários? Fica este pensamento para semana que vem. Por hoje ficamos por aqui. Peço que deixem seu feedback para que possamos melhorar sempre. A série tem como objetivo abordar apenas uma parte de toda uma esfera que abrange um formato de extrema diversidade, sendo assim, convido vocês para se inscreverem em meu [link](https://www.youtube.com/channel/UCyqfJp8MNsmyE89F2ALRYrg)(canal no YouTube), onde falo mais sobre Commander, não só competitivo, mas também em outras variedades, bem como falo sobre outros formatos. Até a próxima, meus queridos!

Compartilhe:

Profile Main Image

Thiago

Jogador de Magic desde Tarkir, sou apaixonado por interações e sinergias que quebram a curva do jogo. Para mim, o cEDH é o teste máximo para o jogador de Magic, tanto para deck build, quanto para gameplay. Para me acompanhar no YouTube, acessem meu canal.

Social