Nacional Legacy com Thiago Duarte

Magic: the Gathering

Competitive

Nacional Legacy com Thiago Duarte

Thiago Duarte, organizador do Nacional Legacy, nos conta um pouco mais sobre um dos maiores torneios independentes do Brasil.

By Silinhas, 08/06/19

Thiago Duarte, organizador do Nacional Legacy, nos conta um pouco mais sobre um dos maiores torneios independentes do Brasil.

1) Primeiramente, perguntamos a ele qual sua relação com Magic, em especial com o formato Legacy? Qual sua experiência como organizador de torneios?

R: Eu comecei no mtg com 10 pra 11 anos e parei logo em seguida. As cartas eram caras demais pra mim. Mas lembro que a sensação de abrir um deck - nessa época vendiam caixas com 60 cartas, não só boosters - era muito boa. Na época comprei Mascaras de Mercadia e Tempestade, que inclusive tem o melhor lore do mtg. Finalzinho de 2012 voltei pro mtg e conheci o Legacy, que na época era o formato do momento em BH.

Ad

Comprei minha primeira Dual na UG. Uma Underground Sea por 300 reais. Nessa época a classificação pro NL era através dos LQs ainda, que eram campeonatos que davam vaga para o vencedor e tinham uma media de 30 a 40 participantes. Inclusive cheguei a jogar um LQ em Lavras (sul de Minas), na antiga Checkpoint, junto com uma galera de BH que eu trouxe. Aconteceu que os LQs foram acabando, o NL virou open e ficamos sem campeonatos com top 8 pra jogar. Daí, em.2014 surgiu a ideia de criar uma liga. Eu e Jesus (Felipe Purisco) sentamos e pensamos num formato pra fazer o negócio funcionar. Criamos um ranking, colocamos umas cartas nossas na premiação e a coisa foi desenvolvendo. Tinha uma galera bastante unida que se juntava pra jogar Legacy em qualquer lugar que dava, pessoal da Urzas Cave, que foi um time que criamos na época. É essa galera que começou indo nos camps. Tivemos etapas com 12 jogadores. Foram 5 longos anos até chegarmos em etapas com 50, como é hoje em dia. Durante todo esse tempo fiquei a frente dos torneios, Jesus se mudou, mas continuou ajudando e aos poucos uma galera surgiu pra ajudar a tocar a liga. Em 2018 fui convidado pra assumir o NL e passei a bola da LML pro Belu. Hoje fico só nos bastidores da LML. O evento do NL de 2018 teve um feedback muito positivo do pessoal e esse ano vamos tentar fazer mais. Basicamente essa é minha experiência com organização. Na foto, Thiago Duarte, organizador do Nacional Legacy.
Image content of the Website

2) Sabemos que hoje em dia o custo para se organizar torneios independentes é muito elevado, além de outras complicações normais que surgem no decorrer do projeto. O que levou você a tomar frente do Nacional Legacy?

R: O que me levou a tomar frente do NL foi o mesmo que me levou a iniciar e tocar a LML por 5 anos: paixão pelo jogo, vontade de jogar campeonatos maiores e bem estruturados. Eu sempre organizei campeonatos pra que eu pudesse jogar. Com o fim dos LQs eu fiquei sem campeonatos pra jogar e tentei resolver esse problema. Com o NL foi a mesma coisa. No que pese o ótimo trabalho dos organizadores anteriores, eu sempre senti que dava pra fazer algo diferente, inclusive na estrutura do próprio campeonato. Por exemplo, nunca gostei das incontáveis 12 ou 13 rodadas que o NL tinha antes. Os pareamentos ficavam estranhos nas ultimas rodadas, o torneio se prolongava demais, os paralelos ficavam minguados e o fim de semana ficava difícil de aproveitar pra quem viesse de longe e quisesse jogar mais do que o main event. Então comecei a dar atenção a esses detalhes. Conversando com um amigo meu, Luquinhas, ele me falou de como eram estruturados os torneios de poker e gostei da ideia de fazer num hotel. Daí, fui aproveitando todas as ideias boas que eu recebia e fizemos o NL 2018.

Ad

3) Como é a organização do NL? Você possui apoio de outros organizadores?

R: Hoje em dia a organização funciona basicamente comigo. Eu tomos todas as decisões e faço as coisas ganharem vida. Do meu lado eu tenho um pessoal que ajuda pra caramba, que é o Bruno Lanza, que faz todas as mídias do NL e o Matheus Alves, do Legacy dos Moicanos que faz o coverage. Sem contar que esses dois e o Luquinhas me ajudaram na montagem do evento do ano passado e na recepção da galera na sexta. Tramparam horrores comigo. Além disso tem o Belu, que conseguiu nossa logo de presente, o João, que se juntou ao time esse ano e vai fazer a arte do playmat, e o Bruno Other que deu um apoio logístico essencial, ensinando-me o caminho das pedras que ele já havia cursado. Afinal ele ficou na organização direta ate 2016. Por fim, tem os organizadores regionais, das ligas de legacy do país. Eles não me ajudam na organização propriamente dita, mas são essenciais com o apoio que dão ao torneio, fazendo trials para o NL, animando a galera de vir nos seus respectivos estados, trazendo esses participantes, além de funcionarem como uma régua de avaliação das atrações e estrutura do torneio. São eles o Rafael Obrusnik de RS, Rodrigo Marajá do RJ, Alex Pato de PE, Fausto do DF, Davi DK de SP, Marcelo Muy de SC, Belu em BH, e agora recentemente Volpato e cia no sul de Minas. Tenho certeza que sem esse pessoal todo o evento não seria do tamanho que ele é. Inclusive, acho que nem aconteceria.

4) Assim como nos anos anteriores, o Nacional Legacy 2018 foi um sucesso. Logo a expectativa é que o torneio deste ano supere os campeonatos passados em todos os aspectos. O que podemos esperar, e quais as novidades?

R: Por enquanto, a grande novidade é a retomada da premiação em Dual. Vão ser 21 distribuídas para o top 16. Além disso vamos ter drafts especiais, coverage de primeira e uma possível competição em equipes, que estamos formulando, ainda. Estrutura da premiação do Nacional Legacy 2019: 1º Colocado: 2 Undergorund Sea + Badlands 2º Colocado: 2 Volcanic Island 3º e 4º Colocados: Tropical Island + Savannah (Pode ser que as Tropical virem Tundra – a definir) 5º ao 8º Colocados: Tropical Island 9º ao 12º Colocados: Scrubland 13º e 14º Colocados: Taiga 15º e 16º Colocados: Plateau Abaixo uma imagem real das staples que serão distribuídas.
Image content of the Website

5) Vimos que essa semana vocês lançaram um podcast. Existem pouquíssimos programas semelhantes sobre magic hoje no Brasil, ficamos muito felizes em ver a iniciativa de vocês. De onde surgiu a ideia ou inspiração?

R: A ideia foi do Stefano, de SC. Eu achei ótima, convidamos o Roberto e o Belu e deu bastante certo. Foi nosso primeiro podcast e da pra melhorar muita coisa, ainda. Mas prometo que vai vir coisa boa aí, ate o NL.

6) Podcast demanda muito trabalho e planejamento. Com qual frequência pretendem fazer as gravações? Além disso, vocês têm alguma ajuda no projeto ou patrocinadores?

R: A princípio, a frequência mínima vai ser mensal, mas vamos tentar fazer mais episódios que isso e tenho certeza que vamos conseguir. O feedback da galera foi muito positivo e isso incentiva em fazer mais. No momento não temos nenhum apoio ou patrocínio específico do podcast, mas estamos abertos a parcerias. Com relação ao próprio NL, já temos a Vault of Cards e a TCGeek como patrocinadores oficiais do evento. Por falar nisso, só falta mais um espaço de estande para loja no salão do NL e 1 ou 2 espaços para divulgação na streaming.

Ad

7) No que vocês pretendem mais se concentrar no podcast: metagame, torneios, deck techs, preços de cards ou outros?

R: A programação esta aberta ainda. Mas tivemos algumas ideias boas, como destrinchar um deck por episódio, falar sobre campeonatos importantes, buscar as ligas regionais, trocar experiência com jogadores no exterior, comentar listas inusitadas, etc. Tem muito assunto possível, a galera que ta participando tem uma qualidade incrível e entende bem do formato. Eu acho que vai vir muita coisa boa.

8) Qual sua perspectiva em relação ao LEGACY no futuro? Seja no Brasil ou até mesmo lá fora.

R: Eu sou um cara otimista. Mas nem precisa ser otimista para ver que o formato esta passando por uma fase incrível no Brasil. Nunca tivemos tantos campeonatos e tantos jogadores espalhados em varias regiões do país. Temos Legacy do norte ao sul do país. Além disso o formato me permitiu fazer grandes amizades e conhecer uma galera no país inteiro. Poucos jogos propiciam isso e, sinceramente, acho que do o Legacy tem uma comunidade tão fortalecida. Com relação ao exterior, eu vejo que o Legacy continua bem e forte. Tem uma presença forte nos USA, Europa e Japão e seguimos com 2 a 3 GPs por ano. Eu acho que isso é o suficiente. O melhor que não teremos mais Legacy no Pro Tour, o que é saudável para estabilidade financeira do formato.

9) Além disso, há alguma outra coisa que gostaria de dizer?

R: Eu estive esse fim de semana no Bagual, em Porto Alegre. Queria agradecer o pessoal pela recepção, que foi excelente. Junto comigo foram Pato, Jesus, Marajá e Eltinho. Props pro Pato que é do Recife, organiza a Lampions League, atravessou o país e ainda fez top 8 invicto no suíço, de Fractius. O evento foi extremamente bem organizado, o Rafael e a Pharaoh's, estão de parabéns, junto com todo mundo que realizou o Bagual, que ainda valeu 2 byes com 2 inscrições de ultima hora para o nacional. Espero que ano que vem tenha mais! O melhor do magic são as amizades que você faz. Com tudo isso, só me resta agradecer ao Thiago pela atenção com este formato que eu particularmente gosto tanto, bem como da disposição do mesmo comigo (Silas), e com o Cards Realm. E se você ainda estiver com dúvidas sobre ir ou não ao Nacional Legacy 2019, deixo abaixo uma foto do torneio passado para você ter uma dimensão do tamanho que é este torneio, e que promete quebrar todos os recordes nesta próxima edição.
Image content of the Website
O NL 2019 irá ocorrer em Belo Horizonte-MG, nos dias 29 e 30 de novembro, e 1 de dezembro. Para saber mais acesse: Site Nacional Legacy; Facebook Nacional Legacy.

Grade

0

Profile Main Image

Silinhas

Idealizador do Legacy UAI

Social Facebook brands icon

User profile image
More comment
The Vampiric Tutor - Archetypes: Aggro - Introduction & History

The Vampiric Tutor - Archetypes: Aggro - Introduction & History

Starting in Commander: Hallar, the Firefletcher

Starting in Commander: Hallar, the Firefletcher

Pauper Deck Tech: Squirrel Storm

Pauper Deck Tech: Squirrel Storm

More recent articles

Same Author

More from same author

Your privacy

We use cookies to ensure the functionality of our website, to personalize content and advertising, to provide social media features, and to analyze our traffic. Find out more about cookies reading our Privacy Policy