Profile Main Image

Leôncio

Primeiro campeonato Mítico: resumão

Como foi o primeiro campeonato mítico do dia 1 ao 3

O primeiro campeonato mítico ocorreu neste fim de semana, dia 22 ao 24 de fevereiro. Cleveland, Estados Unidos, foi a cidade homenageada para realizar este evento. Nos dois primeiros dias de evento, os jogadores jogaram 3 partidas de Booster Draft e 5 partidas construído Standard, totalizando 16 rodadas. Os jogadores com 12 ou mais pontos avançaram para o dia 2 e os oito melhores do dia 2 avançaram para o dia 3. *DIA 1* O dia 1 do evento teve os seguintes líderes e metagame: [image](https://www.hipstersofthecoast.com/wp-content/uploads/2019/02/mythic-championship-cleveland-standings.jpg) [image](https://www.hipstersofthecoast.com/wp-content/uploads/2019/02/mythic-championship-cleveland-standard-metagame.jpg) Quem joga ARENA imaginava que o Sultai Midrange provavelmente seria o deck mais popular e o metagame do dia 1 confirmou essas suspeitas. Bem mais de 21% do campo escolheu jogar de Sultai, seguido por Nexus of Fate em 14,2%, White Aggro (Mono-White e Azorious) em 12,4% e Mono-Blue Tempo em 12%. Enquanto o Nexus of Fate era o segundo deck mais popular no Dia 1, os decks com maiores vitórias eram o Sultai Midrange e o Mono-Blue Aggro. Pteramander foi a carta chave para a mudança radical para tier 1 do Mono-Blue Tempo. [image](https://img.scryfall.com/cards/large/front/2/8/280f2a85-1900-460b-a768-164fc2dea636.jpg?1549414102) *DIA 2* O metagame Standard dos decks que conseguiram ao menos sete vitórias neste campeonato mítico foi: 10x Sultai Midrange 8x Esper Control 8x Nexus of Fate 7x Azorius Aggro 6x Mono-Blue Tempo 2x Dimir Midrange 2x Nexus of Gates 1x Bant Midrange 1x Esper Midrange 1x Jeskai Drakes 1x Gruul Aggro (Mono-Red) 1x Mardu Aggro 1x Rakdos Midrange 1x Temur Reclamation A maior surpresa foi Esper Control, que de 9% do metagame total, conseguiu atingir 16% do metagame entre os melhores decks. Além disso, o dia 2 também deu lugar a um erro de jogo de Márcio Carvalho, jogador profissional português que estava de White Aggro. Ao jogar contra Yoshihiko Ikawa de Esper Control, Márcio chegou a encher o campo com suas criaturas no turno 3 do jogo 2. Ikawa desvirou seus terrenos e jogou Cry of the Carnarium para limpar o tabuleiro. Em resposta, Carvalho sacrificou seu Dauntless Bodyguard, que ele retornou com a habilidade de Ajani no próximo turno, juntamente com um Histórico de Benalia. Mas o texto de Cry of the Carnarium diz “exile todos os cards de criatura em todos os cemitérios que foram colocados lá do campo de batalha neste turno”, então o Guarda-Costas deveria ter sido exilado e não poderia ter sido alvo de Ajani -2. Ninguém notou este erro e Ikawa não conseguiu recuperar, perdendo o jogo, bem como o decisivo jogo 3, dando o jogo para Márcio. [image](https://img.scryfall.com/cards/large/front/7/1/715a14a3-046e-45ca-b943-dd630e5202b7.jpg?1549416252) Um erro como esse é fácil de fazer, especialmente dada a forma estranha como Cry of the Carnarium é escrito e, portanto, normalmente poderia ser perdoado - mas Márcio Carvalho tem uma história de desqualificações em seu currículo. Seus problemas começaram em 2009 no Grand Prix Rotterdam, onde ele foi desclassificado por espiar as cartas de outros jogadores e consequentemente suspenso por seis meses. *Dia 3* Apenas oito jogadores jogaram o TOP 8. Márcio Carvalho entrou no TOP 8 em primeiro lugar, mas perdeu justamente a primeira partida contra Luis-Scott Vargas. [image](https://static.cardsrealm.com/images/artigos/primeiro-mitico/Top-8-Marcio-Carvalho.jpg) [deck](3845) Michael Bonde Pilgaard entrou em quinto lugar e também perdeu a primeira partida do TOP 8, desta vez contra Yoshihiko Ikawa. [image](https://static.cardsrealm.com/images/artigos/primeiro-mitico/Top-8-Michael-Bonde.jpg) [deck](3843) Julien Berteaux, sexta posição, também perdeu a primeira partida contra Autumn Burchett. [image](https://static.cardsrealm.com/images/artigos/primeiro-mitico/Top-8-Julien-Berteaux.jpg) [deck](3842) Alex Majlaton perdeu em sua primeira partida contra Reid Duke. Chegou em sétimo lugar no TOP 8. [image](https://static.cardsrealm.com/images/artigos/primeiro-mitico/Top-8-Alex-Majlaton.jpg) [deck](3848) Luis Scott-Vargas perdeu para Yoshihiko Ikawa na segunda partida do TOP 8. Chegou em oitvado lugar no TOP 8. [image](https://static.cardsrealm.com/images/artigos/primeiro-mitico/Top-8-Luis-Scott-Vargas.jpg) [deck](3849) Reid Duke passou em segundo lugar para o TOP 8 e ficou em terceiro no torneio todo. Perdeu para Autumn Burchett na segunda partida do TOP 8. [image](https://static.cardsrealm.com/images/artigos/primeiro-mitico/Top-8-Reid-Duke.jpg) [deck](3846) Em segundo lugar do nosso primeiro campeonato mítico ficou Yoshihiko Ikawa! [image](https://static.cardsrealm.com/images/artigos/primeiro-mitico/Top-8-Yoshihiko-Ikawa.jpg) [deck](3847) E nossa campeã foi Autumn Burchett! [image](https://static.cardsrealm.com/images/artigos/primeiro-mitico/Top-8-Autumn-Burchett.jpg) [deck](3844) Burchett e Ikawa foram às finais do primeiro Campeonato Mítico. Enquanto o primeiro colocado recebe 50 mil dólares(ou 187.995 reais), o segundo recebe apenas 20 mil: perder neste caso custa 30 mil dólares. Devido ao alto nível dos dois jogadores foram necessários cinco jogos. A última partida terminou com uma enxurrada de feitiços, enquanto Ikawa tentava desesperadamente resolver uma resposta ao Pteramander de Burchett encantado com Curious Obsession. Burchett mencionou na entrevista que ela espera que seu sucesso neste torneio ajude a influenciar as vidas da comunidade LGBT, tanto dentro quanto fora do Magic. Devido à vitória, Burchett está automaticamente qualificada para o próximo campeonato mítico de $ 1 milhão no mês que vem e para o campeonato mundial em dezembro. [image](https://magic.wizards.com/sites/mtg/files/2019MC1-DailyMTG-Trophy.jpg) *Referências* [link](https://magic.wizards.com/en/events/coverage/2019MC1)(Wizards of the Coast)

Compartilhe:

Nota

0

Profile Main Image

Leôncio

Programador do site da Cards Realm. O Magic vai muito além das cartas. Somos pessoas, uma comunidade enorme.

Social

User profile image
Profile Main Image

Leôncio

Nova forma de mulligar


Ian Duke, membro da Wizards R & D, anunciou uma nova forma de mulligan que será testado no Campeonato Mítico de Londres em abril. Os jogadores irão comprar sete cartas cada vez que fizerem mulligan. Quando um jogador está satisfeito e decide manter a sua mão, ele irá colocar uma carta da mão no fundo do seu grimório para cada vez que escolher mulligar. Os jogadores não vão mais fazer Scry após o Mulligan. Duke disse que este foi um experimento para melhorar o processo de mulligan, a fim de reduzir o número de jogos perdidos devido ao excesso de mulligans. Isso acontece logo após o mulligan para quatro de Luis Scott-Vargas na final do Pro Tour Guildas de Ravnica em novembro, essencialmente dando a ele nenhuma oportunidade de ganhar o jogo. Se o teste for bem, a Wizards tentará implementá-lo em todos os formatos em torno do lançamento do M20 no verão. Se o teste for mal, eles voltarão para a prancheta e manterão a regra atual de mulligan. [image](https://magic.wizards.com/sites/mtg/files/images/featured/EN_EVENTS_TOPPLAYERS_PROFILE_LSV_Imagegallery_01.jpg) Atualmente, quando um jogador mulliga, ele compra uma carta a menos para cada vez que escolheu mulligar. Depois que um jogador mantém sua mão, ele pode realizar Scry 1. O Mulligan atual é também chamado de mulligan de Vancouver, por ter sido introduzido em 2015 no Pro Tour Vancouver. Será que se esse novo mulligan será chamado Mulligan Londrino? Duke também disse que, se a nova regra de mulligan se mantiver, a Wizards dará uma olhada na lista Banidos & Restritos e reavaliará cartas que podem ser um problema ou tirar vantagem demais com a nova regra mulligan, como o Vintage Dredge. *Referências* [link](https://magic.wizards.com/en/articles/archive/competitive-gaming/mythic-championship-ii-format-and-london-test-2019-02-21)(Wizards of the Coast)

Compartilhe:

Profile Main Image

Leôncio

Programador do site da Cards Realm. O Magic vai muito além das cartas. Somos pessoas, uma comunidade enorme.

Social