Budgetzando Standard – Burn Devotion

Magic: the Gathering

Competitivo

Budgetzando Standard – Burn Devotion

Uma das opções que sempre vale a pena montar em todas as rotações, o mono red. E com a adição de Theros, temos um deck que consegue ser bem explosivo.

Por MTG, 26/01/20

Loading icon

Fervent Champion

é uma criatura 1/1 com iniciativa e impeto por um mana vermelho que ao atacar concede +1/+0 até o final do turno a outro cavaleiro atacante alvo (neste deck apenas outra copia dele). Além disso, apesar de não servir muito neste deck, as habilidades de equipar que controlamos que tem ele como alvo custam 3 genéricos a menos.

Scorch Spitter

é uma criatura 1/1 por um mana vermelho que causa 1 de dano ao jogador ou planeswalker que ele estiver atacando. Lembrando que o dano é causado assim que ele é declarando como atacante, antes do oponente declarar o defensor.

Ad

Ember Hauler

é uma criatura 2/2 por dois manas vermelhos que pode ser sacrificado ao custo de um mana genérico para casuar 2 de dando a qualquer alvo.

Bonecrusher Giant // Stomp

é uma criatura 4/3 por um mana vermelho e dois genéricos que se for alvo de uma magica ele ira causar 2 de dano ao controlador daquela magica. Além disso ele pode ser jogado como a instantânea aventura Stomp que causa 2 de dano a qualquer alvo e ainda impede que o dano seja prevenido neste turno.

Phoenix of Ash

é uma criatura 2/2 com voar e impeto por dois manas vermelhos e um genérico que pode receber +2/+0 até o final do turno ao custo de um mana vermelho e dois genéricos. Além disso, podemos conjura-lo do cemitério ao custo de dois manas vermelhos e dois genéricos e exilar três outras cartas do cemitério graças a sua habilidade escapatória, e caso ele entre no jogo desse jeito ainda entra com um marcador +1/+1.

Anax, Hardened in the Forge

é uma criatura encantamento lendário com poder igual a sua devoção ao vermelho e resistência 3 por dois manas vermelhos e um genérico. E sempre que ele ou outra criatura morrer criamos uma ficha de sátiro vermelho 1/1 que não pode bloquear. Porém se a criatura que morrer tiver poder igual ou superior a 4, iremos criatura duas fichas ao invés de uma. Além dos atacantes, temos alguns suportes para causar ainda mais dano:

Torbran, Thane of Red Fell

é uma criatura 2/4 por três manas vermelhos e um genérico que faz com que nossas fontes vermelhas causem 2 de dano a mais nas permanentes que os oponentes controlam.

Ferocity of the Wilds

é um encantamento por um mana vermelho e dois genéricos que concede +1/+0 e atropelar para nossas criaturas atacantes que não sejam humanos (apenas o Fervent Champion não é beneficiado neste deck).

Castle Embereth

é um terreno que entra virado a menos que controlemos uma montanha e pode ser virado para gerar um mana vermelho ou ser virado ao custo de dois manas vermelhos e um genérico para conceder +1/+0 a todas as nossas criaturas até o final do turno. E pra completar a lista, temos outros suportes:

Shock

é uma instantânea que por um mana vermelho causa 2 de dano a qualquer alvo, sendo uma remoção ou um finalizador dependendo da situação.

Light Up the Stage

é um feitiço por um mana vermelho e dois genéricos que exila as duas cartas do topo do nosso grimório e permite que a joguemos até o nosso próximo turno (lembrando que se for um terreno, ainda só podemos jogar um por turno). E graças ao espetáculo, se algum oponente tiver sofrido dano no turno, podemos jogar esta Light Up the Stage por apenas um mana vermelho.

Chandra, Fire Artisan

é uma planeswalker que entra com 4 marcadores de lealdade por dois manas vermelhos e dois genéricos que sempre que seus marcadores forem removidos (seja por dano, efeito ou ativar sua ultima habilidade) ira causar a mesma quantidade de dano ao jogador ou planeswalker alvo (Fazendo oponente pensar duas vezes antes de ataca-la). E possui as seguintes habilidades: Ao adicionar um +1 marcador de lealdade nela ira exilar a carta do topo do nosso grimório permitindo que a joguemos até o final do turno (quase como se fosse uma compra extra). Ao remover -7 marcadores dela (o que fara ela causar 7 de dano) iremos exilar as sete cartas do topo do nosso grimório, podendo jogar-las neste turno. Apesar de ainda ter que pagar os manas, podemos achar as peças que precisamos para finalizar o jogo (o que normalmente sempre acaba antes de conseguirmos ativar essa habilidade).

Ad

Em resumo, o deck é leve para começar de um jeito bem explosivo. E graças a Torbran e Ferocity of the Wilds podemos causar bastante dano nos late game. Espero que tenha gostado. E até a próxima.

Nota

0

Profile Main Image

MTG

On Budget

Social Facebook brands iconYoutube Brands iconInstagram Brands icon

User profile image
More comment
Aprendendo Inglês com Magic - projeto de conversação com Luna Borges!

Aprendendo Inglês com Magic - projeto de conversação com Luna Borges!

O Lado B do cEDH - Orvar, the All-Form

O Lado B do cEDH - Orvar, the All-Form

As melhores cartas de Strixhaven para o Modern!

As melhores cartas de Strixhaven para o Modern!

Mais artigos recentes

Mesmo autor

Budgetzando Arena - Izzet Giants, hora de despertar o gigante.

Budgetzando Arena - Izzet Giants, hora de despertar o gigante.

Budgetzando Arena - Orzhov Angels, a vingança vindo pelos céus.

Budgetzando Arena - Orzhov Angels, a vingança vindo pelos céus.

Budgetzando Arena - Snow Elves, o poder de um deck tribal!

Budgetzando Arena - Snow Elves, o poder de um deck tribal!

Mais do mesmo autor