Nic Kelman: série da Netflix respeitará a lore, mas com mudanças

Em nova entrevista, Nic Kelman, chefe de história e entretenimento da Wizards of the Coast e produtor executivo da série Netflix, confirmou que o show será fiel ao espírito do Magic, mas terá sua própria história.

• Por Leon • 19/07/19

Muitos mistérios da próxima série de Netflix ligada ao Magic: the Gathering já foram desvendados. [link](https://cardsrealm.com/artigos/revelados-detalhes-da-serie-de-magic-na-netflix)(Em artigo recente), comentamos da entrevista que revelou sobre os estúdios, como será o roteiro entre outros detalhes. Em nova entrevista, Nic Kelman, chefe de história e entretenimento da Wizards of the Coast e produtor executivo da série Netflix, confirmou que o show será fiel ao espírito do Magic, mas terá sua própria história. [link](https://www.thewrap.com/magic-the-gathering-series-netflix-russo-brothers-nic-kelman-continuity-planeswalkers/)(Durante uma entrevista com TheWrap na San Diego Comic-Con 2019), Kelman falou sobre como a série animada da Netflix está se aproximando da história do jogo. “Então, o que planejamos fazer é que a história e os personagens sejam fiéis ao espírito da história e aos personagens preexistentes”, disse Kelman ao TheWrap. "Nós vamos ser fiéis a isso e ao mundo. Também fiéis aos valores centrais desses mundos e personagens." - explicou. Mas, completou com outra frase: "*definitivamente vamos tentar criar o nosso próprio espaço de continuidade de uma forma muito semelhante a outras franquias.*” Kelman deu um exemplo para TheWrap, dizendo: “se os pais de alguém morreram e essa é uma parte crucial de quem é seu personagem, isso será verdade não importa em que meio a história se desenrole, mas os detalhes exatos de se eles tinham seis ou oito anos quando isso aconteceu pode mudar". Termina com "*absolutamente vai ser fiel aos personagens e ao mundo que todo mundo conhece e ama, mas não vai captar exatamente da continuidade atual da ficção*". Kelman também disse ao TheWrap como eles estão direcionando o programa para atrair espectadores que ainda não são fãs do Magic: The Gathering. "Quero dizer, olhe, esse é o problema que toda franquia enfrenta de fantasia ou ficção científica ou baseado em uma história em quadrinhos", disse Kelman. “E nossos personagens, quando você os reduz, são super-heróis com magia. E eu acho que é algo que qualquer um pode entrar e se relacionar. E certamente temos um amor por personagens fantásticos, com muitas histórias e drama fantásticos entre eles como personagens e mundos incríveis para visitar. ” “Então, acho que enquanto algumas das tradições profundas dos anos 90 podem ser inacessíveis para muitas pessoas, o núcleo do que faz os personagens de Magic é o mesmo que torna qualquer personagem popular”, explicou Kelman. "Acho que é apenas uma questão de focar nas coisas que realmente tornam esses personagens atraentes para todos, incluindo nossos fãs. E eu não vejo isso como sendo mais um problema para a Magic do que qualquer outra franquia similar. ” Kelman não revelou detalhes da história no programa, mas disse que os irmãos Russo terão mais a compartilhar em "alguns meses".

Compartilhe:

Nota

0

Notícia
Profile Main Image

Leon

Programador do site da Cards Realm. O Magic vai muito além das cartas. Somos pessoas, uma comunidade enorme.

Social Youtube Brands iconInstagram Brands icon

User profile image
More comment
Centurion Commander, um formato levemente diferente para 1x1

Centurion Commander, um formato levemente diferente para 1x1

O Jund do formato Pauper - guia definitivo

O Jund do formato Pauper - guia definitivo

Jogando de Tron contra Walls: difícil, mas não impossível.

Jogando de Tron contra Walls: difícil, mas não impossível.

Mais artigos recentes

Mesmo autor

Entrevistando Kidsliver: vencedor do Pauper Royale e jogador do Monarchs

Entrevistando Kidsliver: vencedor do Pauper Royale e jogador do Monarchs

Fall From Favor é banida no Pauper

Fall From Favor é banida no Pauper

Anunciando campeonato de times Royale SuperCup: Pauper Teams

Anunciando campeonato de times Royale SuperCup: Pauper Teams

Mais do mesmo autor