Profile Main Image

Atog

O formato “Gigante de duas cabeças “

Descubra algumas das características únicas do "Gigante de Duas Cabeças".

Um dos sub-formatos mais populares no Magic é o Gigante de duas cabeças, também conhecido como 2 Headed Giant ou 2HG. Mas como funciona esta variante? Neste artigo a equipe do Atog de Toga vai explicar como as regras se aplicam ao 2HG e algumas estratégias que são mais fortes nesta modalidade. *Estrutura do 2HG* O Gigante de duas cabeças não é exatamente um formato como Commander, modern, legacy ou vintage; ele é na verdade uma modalidade de times que é jogada dentro de qualquer formato do Magic. Como o [link](https://www.youtube.com/atogdetoga)(Atog de Toga) é um canal de Commander, vamos explicar as regras de um jogo EDH 2HG. O 2 Headed Giant é jogado com 4 jogadores formando 2 duplas. Cada dupla compartilha os mesmos pontos de vida (30 para esta modalidade) e também compartilham o turno. Desta forma os dois jogadores passam pela Fase de Manutenção, 1ª Fase Principal, Fase de Combate, 2ª Fase Principal, e Etapa Final juntos. Os jogadores são encorajados a olhar as mãos uns dos outros para combinar as jogadas e não se atrapalharem. A dupla perde o jogo quando chegarem a 0 de vida ou quando qualquer integrante da dupla perder o jogo por qualquer motivo (infect, mill etc). Dito isso, é muito importante enfatizar que mesmo sendo uma dupla os jogadores ainda são considerados indivíduos independentes. Você não pode usar as manas de sua dupla e as cartas que afetam “cada jogador” ou “cada oponente” terá seu efeito multiplicado. [image](https://cdn.cardsrealm.com/images/cartas/en/ema-eternal-masters-innocent-blood-94.jpg) Por exemplo, se eu conjurar [card](Innocent Blood), que diz que cada jogador sacrifica uma criatura, cada jogador terá que sacrificar uma de suas criaturas individualmente. Seu parceiro não poderá sacrificar uma criatura por você mesmo sendo sua dupla. Outro ponto importante a ser ressaltado é que apesar do combate ocorrer em equipe, as declarações de criaturas atacantes e bloqueadoras devem ser realizadas por cada jogador individualmente, e os ataques devem ser direcionados a um jogador em específico. Este detalhe é particularmente importante para efeitos de cartas que que cobram taxas de mana para que ataques sejam realizados. Um exemplo deste caso é o seguinte: eu tenho a carta [card](Ghostly Prison) em campo, que força meus oponentes a pagarem 1 mana para me atacar. Porém, durante o combate, meus oponentes podem escolher atacar o meu parceiro que não está protegido pelo [card](Ghostly Prison). Desta forma eles burlam o efeito da minha proteção e conseguem realizar o ataque sem precisar pagar a taxa. Mais um exemplo de card com comportamento peculiar no 2hg é [card](Necropotence) que faz com que você pule sua etapa de compra para poder comprar cartas em troca de vida. Esta é uma carta perigosa no 2HG, pois todas as etapas são compartilhadas com sua dupla. Então, neste caso, seu parceiro também perderá a etapa de compra e além disso não terá os benefícios da [card](Necropotence). *Estratégias* Agora que entendemos a estrutura do Gigante de duas cabeças podemos pensar em algumas estratégias que se aproveitam destas novas regras. Cartas que afetam cada oponente (como [card](Torment of Hailfire) ou [card](Debt to the Deathless)) tem seu poder bastante ampliado. Por causa disso muitos jogadores buscam comandantes que tenham este tipo de estratégia embutido como [card](Purphoros) e [card](Yuriko). O fato de só precisar eliminar um jogador da dupla para vencer o jogo faz com que Infect e Mill ganhem mais força no 2HG que em um Mesão normal. No momento que um jogador da dupla chegar a 15 marcadores de infect o jogo acaba. Estratégias de controle precisam estar bem mais refinadas para um Gigante de duas cabeças, já que haverá 2 jogadores focando em você ao invés de estarem prestando atenção uns nos outros como em um mesão. Neste caso a mentalidade é muito parecida com a de um jogo X1. Uma boa estratégia é reservar algum espaço no seu deck para cartas de suporte à sua dupla. Boas cartas de suporte são mágicas que dão compra de carta para o jogador alvo, protegem as criaturas da sua dupla ou que de alguma forma gerem mana para seu parceiro. Alguns bons exemplos de cartas suporte são [card](Spectral Searchlight), [card](Mother of Runes), [card](Stroke of Genius) e [card](Sign in Blood). Um aspecto curioso desta modalidade é que permite construções de decks bem mais focados em suporte do que em ganhar o jogo em si, colocando praticamente toda a responsabilidade de alcançar a wincon no deck da dupla. Esta é uma estratégia eficaz, porém perigosa, pois em ambientes que as duplas sejam sorteadas, há sempre o risco que dois decks suporte façam dupla. Nestas situações, não é incomum que uma dupla de jogadores de suporte consiga controlar bem o jogo, fique com bastante recurso, mas acabe também ficando com dificuldades de finalizar a partida, podendo muitas vezes acabar levando a partida para um empate. Estas são as principais visões e estratégias para montar um deck de Commander focado no modo Gigante de duas cabeças. Esta é uma modalidade muito divertida, que permite ver em primeira mão estratégias diferentes, e contribui para um aumento considerável de powerlevel do seu playgroup, já que é um pouco mais voltada para o lado competitivo do EDH.

Compartilhe:

Nota

0

Profile Main Image

Atog

Atog de Toga é o maior canal brasileiro de gameplay de Commander mesão. Se inscreva no nosso canal em youtube.com/atogdetoga para não perder nenhum episódio!

Social Facebook brands iconYoutube Brands iconInstagram Brands icon

User profile image