Profile Main Image

Arinaldo

O Incansável Tireless Tribe Combo no Pauper

Confesso que eu faço parte da parcela que acreditava que o Tribe morreria após o ban de Gush, e olha que essa minha opinião era baseada na hipótese de banirem apenas o [card](Gush), agora imaginem esse ban acompanhado de [card](Gitaxian Probe) e [card](Daze)? Felizmente eu estava muito errado e sim, existe vida após o ban.

Fala galera o/ Aqui é o Ari e no artigo de hoje analisaremos um dos principais combos do formato: O incansável Tireless Tribe Combo. Confesso que eu faço parte da parcela que acreditava que o Tribe morreria após o ban de Gush, e olha que essa minha opinião era baseada na hipótese de banirem apenas o [card](Gush), agora imaginem esse ban acompanhado de [card](Gitaxian Probe) e [card](Daze)? Felizmente eu estava muito errado e sim, existe vida após o ban. Quem acompanhou o Pauper mais de perto nos últimos meses conseguiu observar as mudanças que o deck sofreu até chegar nas versões atuais. Logo após o ban, o primeiro movimento foi a adição das cartas [card](Accumulated Knowledge), [card](Peek), [card](Compulsive Research) e [card](Tethmos High Priest). No final de maio, o jogador do mol, Entropy263 conquistou um 5-0 com a seguinte lista: [deck](14592) O segundo movimento importante ocorreu após o lançamento de Modern Horizons, foi quando o inverno chegou ao Pauper trazendo tantas modificações para o Tribe que ele praticamente se tornou outro deck, deixou de ser Full Combo e se tornou um Midrange + Combo. O Kit Astro foi adicionado ao deck e o azul deu lugar ao verde, o deck até passou a ser conhecido como "Tribe Bate com a Bunda" por utilizar [card](Treefolk Umbra), uma das principais carta do deck. Em Julho, o jogador FARADAN conquistou o 7º lugar em um Pauper Challenge com a lista abaixo: [deck](14588) O movimento mais recente foi o surgimento da versão pós-ban mais consistente do deck até o momento. A adição da carta [card](Whiteout) fez o Tribe ressurgir na cena competitiva do Pauper. O deck já fez diversos resultados nas ligas e Challenges do MOL. [image](https://cdn.cardsrealm.com/images/cartas/en/ody-odyssey-tireless-tribe-56.jpg) O [card](Gush) sempre foi importante no combo por realizar duas funções: 1ª Cavar o deck; 2ª Encher a mão de cartas que seriam descartadas para ativar a habilidade do Tireless Tribe várias vezes. O [card](Whiteout) não cava o deck, mas consegue ser ainda mais eficiente que o Gush para ativar o Tireless Tribe porque além de lidar melhor com os anulas, todos os seus terrenos em jogo podem ser utilizados para voltar o Whiteout para a mão diversas vezes para descartá-lo novamente. Muitas vezes o Tribe pré-ban tinha dificuldades para vencer jogos em que os oponentes ganhavam pontos de vida. O Tribe atual consegue lidar melhor com essas situações, já ouvi relatos de partidas que foram vencidas mesmo após o oponente ter feito um [card](Weather the Storm) para muitos pontos de vida. Recentemente o jogador PauloCabral_BR conquistou dois Top 8's nos Challenges: 4º lugar no dia 25/08 e 7º lugar no dia 01/09. [deck](14587) Mais uma vez temos o exemplo de uma carta que sempre esteve presente no Pauper, porém ainda não tinha sido explorada pelos seus jogadores. Casos semelhantes aconteceram com [card](Skred) e com o próprio [card](Tireless Tribe) no passado. Vivemos um momento de extrema popularidade do Jeskai, será que a resposta para o deck não se encontra adormecida nesse momento? Bom, isso é assunto para um outro momento. Para o artigo de hoje eu convidei o Paulo Cabral para uma entrevista, ninguém melhor do que ele para falar com propriedade sobre o deck. Primeiramente gostaria de agradecer ao Paulo por aceitar responder nossas perguntas e compartilhar a visão dele sobre o deck com a comunidade. Espero que os leitores gostem dessa ideia. *ENTREVISTA* *Muitas pessoas acreditavam que o Tribe perderia sua relevância no formato após o ban de Gush, Gitaxian e Daze. Como foi sua relação com o deck desde o momento do ban até a lista atual?* *R:* Eu nunca tive uma relação muito próxima com o Tribe antes do ban, joguei com o deck, mas ele não tinha uma partida boa contra o Mono U e por esse motivo eu preferia jogar com outros decks naquela época. Logo após o ban eu cheguei a testar uma versão do deck que utilizava [card](Squadron Hawk) para encher a mão, mas essa interação não era suficiente para fazer o deck rodar, só comecei a jogar frequentemente com o deck após a "descoberta" de [card](Whiteout). *Na sua opinião, quais são as principais diferenças entre a versão pré-ban, que chegou a ser um dos principais decks do Pauper no passado, e a versão atual com Whiteout?* R: As diferenças estão principalmente nas funcionalidades que o deck perdeu com a ausência das cartas banidas. O Gitaxian Probe possibilitava conhecer a mão do oponente e combar com mais segurança, hoje jogamos "no escuro". Daze permitia surpreender o oponente e o Gush cavava muito mais cartas do deck, muitas vezes em situações extremas em que eu perderia o jogo na volta por não ter o Inside Out na mão, eu partia para o ataque ainda na esperança de encontrar a carta com o Gush durante o combate, algumas vezes isso funcionava. Eu gosto da versão atual porque apesar de ela ser mais lenta, ela joga relativamente melhor contra os Aggros. A combinação de [card](Seeker of the Way) e [card](Prismatic Strands) melhorou o deck nesse quesito. *Você tem conseguido bons resultados com o deck no MTGO, tanto nas ligas quanto nos Challenges. Você acha que o deck está bem posicionado? Quais têm sido suas maiores disficuldades no meta atual?* R: Sim, considero o deck bem posicionado atualmente. Ele tem uma match muito boa contra o Tron (considero 70% Tribe) e contra os aggros do formato. As dificuldades são Jeskai (60% Jeskai) e Mono W Heroic, que considero a pior match para o Tribe. *Você chegou a jogar com o Treefolk Tribe, também conhecido como “Tribe Bate com a Bunda”? O que achou da lista?* R: Não, eu não joguei com o deck, mas certamente sentiria falta das cantrips. Apenas olhando para a lista, imagino que ela não tenha uma match boa contra Tron e Jeskai, o que é um problema, pois esses dois decks representam boa parte do meta. Vamos fazer um jogo rápido? *Irei citar algumas cartas e você diz qual a importância delas em sua lista?* [card](Seeker of the Way) Melhor criatura contra aggros. Boa contra Stompy, Goblins e Burn. Contra o Heroic eu tiro o Seeker porque ele não é muito relevante. [card](Muddle the Mixture) Um dos melhores tutores do deck, além de permitir buscar um [card](Inside Out) ou um Seeker of the Way de acordo com situação do jogo, ele também é um ótimo anula. Costumo usar muito contra Éditos, Pestilência, remoções em geral. [card](Merchant Scroll) Gosto da versatilidade da carta, ela pode tutorar partes do combo como o Inside Out ou uma proteção como [card](Circular Logic), mas ela também pode buscar [card](Dizzy Spell) e isso é bem importante para encontrar o próprio [card](Tireless Tribe). Já teve situações de fazer um [card](Muddle the Mixture) para [card](Merchant Scroll) para Dizzy Spell para Tireless Tribe. [card](Mystic Remora) (você chegou a utilizar em suas primeiras listas) Eu usava ela para melhorar um pouco a match contra o Jeskai, é uma boa estratégia contra o deck, mas atualmente não tenho slot no side. Talvez eu volte a usá-la no futuro.

Compartilhe:

Nota

0

Profile Main Image

Arinaldo

Analista de Sistemas em São Paulo. Jogador e produtor de conteúdo sobre MTG. Criador e apresentador do Canal e Podcast Mana Delver. Apesar de ser apaixonado pelo Pauper, também joga e aprecia todos os outros formatos.

Social

User profile image
Profile Main Image

Ariel

Todos contra o ARENA - Rainbow Lich


Fala galera! Meu nome é Ariel e este é mais um Todos contra o ARENA. Esse quadro consiste na apresentação, criação e/ou adaptação de decks "diferentões", mas que ainda sim, funcionam e proporcionam o que todas as partidas deveriam nos proporcionar: diversão! Hoje vou apresentar para vocês o deck que joguei na segunda-feira, da semana passada, lá no [link](http://www.twitch.tv/cardsrealm)(Twitch da Cards Realm): *Rainbow Lich!*. Com certeza este é um dos decks que eu mais gosto de jogar, simplesmente por ser um *combo* que poucas pessoas conhecem a mecânica. O Rainbow Lich é um deck de 5 cores que o intuito é conseguirmos gerar 6 manas e simplesmente combarmos com turnos "infinitos", graças as 2 cartas que combam lindamente: [card](Chance de Glória) e [card](Maestria do Lich). Acho que lendo as duas cartas, fica meio óbvio como conseguimos nosso turno extra e não perdemos o jogo. Mas não para por aí, pois as peças necessárias para o auxílio desse combo são: [card](A Conjectura do Mirari) (fazendo voltarmos qualquer mágica instantânea do cemitério) , [card](Ral, Conduíte da Tempestade) (duplicando a mágica instantânea ou feitiço que usarmos) e [card](Aquisição do Mentor) (para pegarmos a carta que fecha o combo e acaba com nosso oponente: [card](Fogo Devastador) ou [card](Jace, Manipulador de Mistérios)). Lembrando que o intuito não é só ficarmos jogando um turno atrás do outro, e sim copiarmos o [card](Fogo Devastador) com o [card](Ral, Conduíte da Tempestade) ou com [card](A Conjectura do Mirari) (com o último marcador), causando um dano gigantesco em nosso oponente. Caso ache que é mais difícil de causar dano nele, podemos combar com o [card](Jace, Manipulador de Mistérios), só ficarmos jogando um turno após o outro até não termos mais cartas em nosso deck. E isso é bem rápido com uma das habilidade do [card](Maestria do Lich), que diz que: "Toda vez que ganhar pontos de vida, compre a mesma quantidade em cartas". Deem uma olhada nesse ousadíssimo 5 cores! *DECK LIST:* [deck](15003) *RAIMBOW LICH NA PLAY:* [youtube](https://www.youtube.com/watch?v=oD6A6m4F3oA) Como podem ver nas partidas, não perdemos *NENHUMA*, o deck realmente mostrou seu potencial, e combou com grande maestria. Recomendo este deck à pessoas que gostam de quebrar a cabeça hahaha, pois não é um deck tão simples de jogar, temos que pensar bastante para a melhor jogada. Mas acredito que seja um deck com grande potencial para o estilo "melhor de 1". Ganhamos de decks como BW Vampiros e Bant Scapeshift, mostrando que "*decks estranhos*" tem lá suas ventagens! Quer ver mais decks como esse? Estou toda segunda e quinta às 22h lá no [link](http://www.twitch.tv/cardsrealm)(Twitch da Cards Realm).

Compartilhe: