Pensamentos Pioneiros

Magic: the Gathering

Notícia

Pensamentos Pioneiros

O que achou do formato? Pretende se aventurar?

Por Andre, 31/10/19

Na altura do campeonato, não posso dizer que sou um PIONEIRO nesse assunto. A maioria das coisas que precisavam ser ditas ou explicadas foram já feitas, e esse hiato será duplamente importante para esse artigo. Primeiro porque não precisarei expor aqui o que é o formato ou como funciona, e também porque foi necessário para que este noob, que vos escreve, pudesse recolher as principais opiniões sobre o assunto e formar um julgamento mais consistente e assertivo sobre este formato que “ninguém queria” mas que já é um sucesso! Aqui pretendo discorrer um pouco sobre como uma nova maneira - oficial - de jogar Magic irá afetar a vida de meros mortais com escorpiões na carteira.

Ad

Mesmo para quem entra no mundo Magic apenas para se divertir, ao menos uma vez irá se deparar com a possibilidade de participar de um torneio, e convenhamos por mais que competir seja o objetivo, amargar um 0x5 não é exatamente uma experiência que queiramos vivenciar após pagarmos nossas inscrições. Diante dessa triste perspectiva temos duas opções, não se inscrever em torneios - e se furtar dessa vivência maravilhosa! - ou coçar o bolso e investir em cartinhas que tenham valor na estratégia escolhida para o nosso deck. Ambas as perspectivas parecem bem desanimadoras, principalmente a segunda, quando encontramos cartas com valores que batem facilmente ⅕ do piso salarial básico nacional. Um outro fator bastante impactante é a dificuldade que nós, recém chegados ao Magic, temos para encontrar determinadas staples. Ignorando completamente o valor financeiro, muitas dessas cartas, dado o tempo de impressão, exigem um esforço considerável para encontrar alguém que esteja disposto a passá-las. E temos ainda o principal argumento da Wizards, que é a lacuna existente entre a primeira coleção válida no Modern e as cartas das coleções mais recentes. Segundo o mesmo, quem entrava agora achava pouco proveito para suas cartas recém rotacionadas do standard, principalmente por que encontravam no Modern um meta bem posicionado, apesar de variado, e com muito power level em relação às coleções mais recentes - Tô olhando pra você Raio! Algo que pude constatar acompanhando toda essa história, foi a divergência de juízos acerca dessa questão. Muita gente recebeu de braços abertos o novo formato, esperando encontrar nesta nova forma de jogar um lar para seus pet decks saídos do formato padrão ou para ideias que teriam pouco espaço na selva moderna. Assim como muitos detestaram a notícia, vendo no mesmo o princípio do fim, para o Modern. Alegando que o pioneiro estava sendo empurrado goela abaixo e que ninguém queria o novo formato, além da própria wizards. Os primeiros, assim como eu, possivelmente viram no novo formato a oportunidade de encontrar um meta financeiramente mais amigável, os segundos, por já estarem no formato Modern temeram que o novo formato fosse aos poucos - a despeito dos avisos da wizards - ser abandonado, juntamente com seus preciosos investimentos. Se estavam certos ou não, só o tempo e a história recente do Magic podem dizer... Em um primeiro momento confesso que vi no pioneiro uma boa oportunidade de entrar num formato competitivo investindo talvez a mesma coisa que investiria num deck tier 1 do pauper, algo em torno dos seus R$ 300,00. Ledo engano! Em algumas horas após o anúncio, muitas das cartas que poderiam jogar no novo formato começaram a subir de preço. Quem tinha um certo conhecimento do mercado e do Magic, conseguiu adquirir a valores módicos, para novatos como eu, que não fazem ideia para que lado o vento está soprando, sobrou o amargo sabor da expectativa. Mas nem tudo são lágrimas! O pioneiro não é a bala de prata para quem está procurando se aventurar de maneira competitiva. Estamos diante de novos horizontes e tudo pode mudar de uma hora para outra - e irá, segundo a própria wizards. Então, mesmo que tivesse disposto a investir no formato agora uma pequena fortuna, esperaria o meta de consolidar um pouco - me resguardando de eventuais ban - procurando investir na base de terrenos. O artigo do Leon Diniz, publicado um dia após o anúncio do Pioneiro, apontou um norte para quem deseja seguir esse caminho, porém muita coisa já estava inflacionada, no entanto os terrenos que ele elencou ainda são um bom investimento e com o tempo, possivelmente, ficarão mais caros.

Ad

Quase duas semanas após o anúncio, com os sentimentos mais assentados, a percepção geral é que o pioneiro chegou para ficar, ao menos pelos próximos oito anos. Como jogador, motivado principalmente por estar assistindo o nascimento de um formato promissor, pretendo me arriscar no Pioneiro, talvez investindo mais do que usualmente invisto. Não esperava um novo formato, assim como muitos. Mas a possibilidade de, mesmo em desvantagem de experiência, explorar as possibilidades do pioneiro são um excelente atrativo! Como criador de conteúdo, vejo a oportunidade - da mesma forma que outros criadores - de trazer algo novo e por essa razão investirei em decks e listas com orçamentos limitados, buscando como sempre a diversão. E você? O que achou do formato? Pretende se aventurar? Tem sugestão de listas para gente testar? Cola junto aí os comentários e vamos seguir nessa jornada lado a lado!

Referências

https://magic.wizards.com/pt-br/articles/archive/news/anunciando-o-formato-pioneiro-2019-10-21 https://cardsrealm.com/artigos/provaveis-decklists-e-staples-do-novo-formato-pioneer https://www.mtggoldfish.com/articles/new-format-announced-pioneer https://www.channelfireball.com/all-strategy/articles/wizards-announces-new-constructed-format-pioneer/ https://www.channelfireball.com/all-strategy/articles/12-pioneer-decks-to-build-around/

Vídeos sobre o formato

https://www.youtube.com/embed/S5J25x6WvAQ Cabrito Montês Café com Magic UMotivo Fazendo Nerdice

Podcast sobre Pioneiro

Nota

0

opinião
Profile Main Image

Andre

Pai, Professor, Programador, não necessariamente nesta ordem. Achou no Magic uma excelente fonte de diversão individual e em família; e tem como desafio pessoal, se divertir ao máximo gastando o menos possível.

Social Facebook brands iconYoutube Brands iconInstagram Brands iconTwitch Brands icon

User profile image
More comment
Decklist da Semana: Goblins Class Pauper

Decklist da Semana: Goblins Class Pauper

Melhor comandante de PDH (Pauper Commander) de Strixhaven

Melhor comandante de PDH (Pauper Commander) de Strixhaven

14 Listas de decks Standard para Strixhaven

14 Listas de decks Standard para Strixhaven

Mais artigos recentes

Mesmo autor

MTG Arena Mobile chega a plataforma Android junto com nova coleção Kaldheim

MTG Arena Mobile chega a plataforma Android junto com nova coleção Kaldheim

O Barato do Magic: Penny Dreadful

O Barato do Magic: Penny Dreadful

Tropical Pauper: detalhes da temporada e Final Tropicaliente

Tropical Pauper: detalhes da temporada e Final Tropicaliente

Mais do mesmo autor