Profile Main Image

Julio

Pesquisadores consideram Magic: The Gathering o jogo mais complexo

A equipe mediu a complexidade computacional do jogo pela primeira vez, codificando-a de uma forma que pode ser jogada por um computador ou uma máquina de Turing. “Esta construção estabelece que Magic: The Gathering é o jogo de mundo real mais complexo computacionalmente conhecido na literatura”, dizem eles.

Reportagem [link](https://www.technologyreview.com/s/613489/magic-the-gathering-is-officially-the-worlds-most-complex-game/?fbclid=IwAR1Ibj3x670ogdjkXivP4NLiR3In-uHD_4roUbf1cKWIgXWx3paUiNjEQqQ)(feita pela MIT Technology Review) mostra o estudo de Alex Churchill, Stella Biderman e Austin Herrick, respectivamente de Cambridge, Georgia Institute of Technology e da universidade da Pennsylvania. Os pesquisadores analisaram a complexidade do jogo Magic: the Gathering. A equipe mediu a complexidade computacional do jogo pela primeira vez, codificando-a de uma forma que pode ser jogada por um computador ou uma máquina de Turing. *“Esta construção estabelece que Magic: The Gathering é o jogo de mundo real mais complexo computacionalmente conhecido na literatura”*, dizem eles. Complexidade neste caso está ligada ao número de decisões e o entendimento de todas as sequências possíveis do jogo. O trabalho mostra que Magic: the Gathering é significativamente mais complexo, ao ponto que determinar o resultado de um jogo de Magic não é computável.* "Este é o primeiro resultado mostrando que existe um jogo do mundo real para o qual determinar a estratégia vencedora não é computável"*, dizem os pesquisadores. [image](https://img.scryfall.com/cards/art_crop/en/nem/128.jpg?1517813031) Esse é um trabalho interessante que levanta questões fundamentais para a teoria dos jogos. Por exemplo, Churchill e colegas dizem que a principal teoria formal dos jogos pressupõe que qualquer jogo deve ser computável. *"Magic: The Gathering não se encaixa em suposições feitas comumente por cientistas da computação durante a modelagem de jogos"*, dizem eles. Isso sugere que os cientistas da computação precisam repensar suas idéias sobre jogos, especialmente se eles esperam produzir uma teoria computacional unificada dos jogos. Joshua, estudante de mestrado em Design de jogos, no entanto, faz ressalvas sobre as conclusões dos pesquisadores: *"Primeiramente o artigo possui várias limitações sobre o jogo para conseguir chegar nessa conclusão. A primeira e mais crítica restrição é que Magic é um jogo de soma zero, que, para os que não conhecem é um jogo onde a soma dos ganhos e perdas de todas as possíveis estratégias de ambos os jogadores somam zero. Em outras palavras é quando ambos os jogadores tem possibilidades reais de mesmo resultado. Isso é um problema por uma questão fundamental do Magic que é: cada jogador tem seu deck. Um caso clássico Infect vs Tron (modern) se perguntado para a maioria dos jogadores eles responderão que o jogo é do Infect, e realmente é".* Joshua continua com sua análise do artigo: *"Além disso, utilizam de jogadas com o único propósito de fazer a máquina de turing não ganhar (que seria o esperado). Como acadêmico de jogos e jogador de Magic me forço a questionar se isso que eles criaram e experimentaram é realmente Magic The gathering como jogo. Acredito que tenham criado uma condição tão artificial que tenha se afastado da essência do jogo, e por isso acho muito forte considerar o jogo magic the gathering nas conclusões do artigo. Digo que eles descobriram coisas sobre uma máquina computacional criada com regras do Magic, porém não descobriram sobre Magic de verdade."*

Compartilhe:

Nota

0

Profile Main Image

Julio

Ilustrador/Designer da Cards Realm. Jogo Magic desde os 11 anos de idade, quando comecei com o deck de iniciante da sétima edição que vinha com os saudosos Orgg Treinado e Vizzerdrix (que eu achava poderosíssimos!! Hahaha). Venho aqui apenas jogar aquela conversa boa e novidades do Magic.

Social: Instagram

User profile image
Profile Main Image

GeekPlaceAraras

Yuuya Watanabe é banido por 30 meses do Magic profissional


Se restava alguma dúvida sobre os motivos da desqualificação de Yuuya Watanabe no II Mytic Championship, essa incerteza ruiu na noite de hoje. Em um breve anúncio, que pode ser visualizado na íntegra [link](https://www.mtgesports.com/news/statement-regarding-yuuya-watanabe)(AQUI), a Liga dos Profissionais de Magic (MPL) deu por encerradas as investigações sobre o caso. [image](https://www.coolstuffinc.com/s3_image.php?img=http://s3.gatheringmagic.com/uploads/2009/12/yuuya-300x199.jpg) Segundo a nota, foram analisadas por múltiplos juízes as provas recolhidas (como shields marcados), assim como as imagens do jogos gravados durante o evento. E o resultado foi: *Watanabe está BANIDO de eventos sancionados por um período de 30 meses, foi removido da MPL e foi removido do tão desejado e sonhado Hall da Fama*. Um anúncio oficial ainda será feito pela própria MPL na próxima semana! Para os mais curiosos, [link](https://cardsrealm.com/artigos/fotos-das-cartas-marcadas-de-yuuya-watanabe)(visite este artigo AQUI), para as imagens divulgadas dos Shields marcados. O que vocês acharam da punição? Deixe nos comentários sua opinião… *Pedro Ivo Franzini – Canal Sapeando* Achou que eu não ia emitir minha opinião? Claro que vou! Nós do Canal Sapeando somos a favor de punições duras o suficiente para que qualquer jogador pense mais de uma vez antes de tentar alguma trapaça.

Compartilhe: