Report do campeão da Red Realm Modern

Magic: the Gathering

Competitivo

Report do campeão da Red Realm Modern

Me chamo Thiago e fui convidado a contar um pouco sobre como foi minha trajetória até o primeiro lugar no Red Realm Modern que teve nesse último sábado na Red Jogos.

Por Thiago, 21/08/19

Fala pessoal. Me chamo Thiago e fui convidado a contar um pouco sobre como foi minha trajetória até o primeiro lugar no Red Realm Modern que teve nesse último sábado na Red Jogos. Quem me conhece sabe que o BrigdeVine é um dos meus decks favoritos. Desde que o

Stitcher's Supplier

foi lançado, estou jogando com esse deck. Acabei tendo que dar uma pausa de 2 meses no Magic e não cheguei a jogar a versão quebrada com

Hogaak, Arisen Necropolis

+

Altar of Dementia

. Então quando me referir ao deck, falo da versão clássica em que você ganha botando uma horda de zumbis em campo e dando ímpeto pra eles no mesmo turno com o

Goblin Bushwhacker

.

Ad

Infelizmente depois da última banlist, BridgeVine agora só no Legacy. Mas com o Hogaak ainda válido no Modern, dá pra jogar com essa nova versão. Segue abaixo a lista que usei no torneio:
Loading icon

Claim // Fame

foi uma adição que fiz de última hora no lugar dos 2

Cryptbreaker

que costumava usar. Achei que a carta ia ser útil em partidas contra decks midrange, e que dar ímpeto pro Hogaak poderia ser uma pressão extra relevante do meu deck. ...mas eu estava errado hahahahahha. A carta atrapalhou quando vinha na mão, e eu nunca consegui ter mana o suficiente pra dar ímpeto pro Hogaak no mesmo turno. Vocês vão me ver tirando a carta pós sideboard em praticamente todas as partidas. Bom, vamos lá:

1ª rodada - MonoGreen Tron versão toolbox

1º jogo:

Dei mole. Fiquei com uma mão sem Fetchlands nem mana verde. Eu jurava que a minha

Blood Crypt

era uma Fetch (o que o sono não faz com a pessoa hahahaha). Enfim, esse erro me atrasou um turno. Os

Claim // Fame

que eu resolvi testar ficaram travados na minha mão e só me atrapalharam. Quando consegui baixar o Hogaak, o oponente já estava a um turno de me travar com o

Mycosynth Lattice

+

Karn, the Great Creator

. Perdi.

SIDE IN

3

Force of Vigor

1

Shenanigans

1

Assassin's Trophy

SIDE OUT

2

Lotleth Troll

2

Claim // Fame

1

Blackcleave Cliffs

2º jogo:

Mão com um terreno só. Mas consegui conjurar o Hogaak na 3 e ele não fechou o Tron em seguida. Vitória!

3º jogo:

Faithless Looting

na 1. Hogaak + Vengevine +

Carrion Feeder

na 2. Só sucesso.

2ª rodada - 8-Whack

1º jogo:

Partida bem tensa. Só consegui ganhar porque tirei vantagem das trocas de criatura em combate e sempre sacrificava Hogaak +

Bloodghast

+

Gravecrawler

e os conjurava novamente pra ter um 8/8 bloqueando todo turno.

Dryad Arbor

foi extremamente relevante nessa partida, me possibilitando por o Hogaak um turno antes e servindo de bloqueador para me manter com 4 pontos de vida, fora do alcance de um

Lightning Bolt

. Vitória!

SIDE IN

2

Fatal Push

2

Abrupt Decay

1

Assassin's Trophy

SIDE OUT

2

Bloodghast

2

Claim // Fame

1

Polluted Delta

2º jogo:

Errei em não botar Shenanigans. Nas partidas que tive contra Goblins, usaram Leyline contra mim. Mas no caso dele, tomei 2

Grafdigger's Cage

que me travaram o jogo todo. A sorte é que foi o clássico caso de mão ruim que o cara fica porque tem 2 cartas do sideboard. Ele ficou travado em uma

Fiery Islet

o jogo todo, e ela só acelerou a perda de vida dele enquanto eu batia com Feeder + 2 Ghasts. Vitória!

3ª rodada - Hardened Scales

1º jogo:

Hogaak + Vengevine na 2 e ele veio lento. Vitória!

SIDE IN

3

Force of Vigor

1

Shenanigans

2

Abrupt Decay

SIDE OUT

2

Bloodghast

2

Claim // Fame

1

Gravecrawler

1

Blackcleave Cliffs

Na época do BridgeVine, sempre botava as 4

Leyline of the Void

contra esse deck, pois isso trava a habilidade de modular das criaturas dele. Mas achei exagero usar 10 cartas de sideboard e resolvi confiar só nas Forces.

2º jogo:

Partida tensa. Usei 2 Forces + 1 Decay ao longo dos primeiros turnos, e acabei forçando uma situação em que nós usaríamos todas as cartas na mão. Com isso, fomos para o topdeck: eu com 1 Feeder 6/6 + 2 Ghasts e ele com 2 fichas 1/1, 1 Cage travando meu cemitério, um

Inkmoth Nexus

e uma

Pendelhaven

. Ai fui tomando 2 de infect enquanto botava pressão pra ele ter que bloquear com as fichas e eu ficar fora do alcance de um

Arcbound Ravager

botando vários marcadores no Nexus. Mas ele sempre comprama mais um

Hangarback Walker

hahahaha, e a mantinha a contagem de fichas.

Ad

Enfim, acabei tendo que perder meus Ghasts no combate ao invés de sacrificar pro Feeder, pra diminuir no número de fichas dele. Mas consegui conjurar um segundo Feeder e uma Vengevine, e isso me possibilitou fazer um ataque com evasão, em que independente de quem ele bloqueasse, iriam passar o dano necessários pra fechar o jogo. Vitória!

4ª rodada - Izzet Phoenix

Sem dúvida uma das partidas mais fodas que já tive na minha vida. Queria aproveitar e parabenizar meu oponente que pilotou muito bem o deck.

1º jogo:

Ele ganhou nos dados e escolheu começar. Eu estava com a mão perfeita, que mata no turno 3. ...ele também hahahahaha. Perdi.

SIDE IN

4

Leyline of the Void

2

Fatal Push

1

Assassin's Trophy

SIDE OUT

2

Lotleth Troll

2

Claim // Fame

1

Gravecrawler

1

Bloodghast

1

Polluted Delta

2º jogo:

Cada um pôs uma Leyline na abertura do jogo e nenhum tinha resposta contra. Tive que ir pra porrada, baixando os bichos pra bater mesmo que isso fosse jogar as cartas do meu deck para o exílio. Aí só ia vendo 1 Trophy, 2 Trophies e 1 Push indo para o exílio. Enfim, já estava com 5 criaturas na mesa quando ele conseguiu transformar o

Thing in the Ice

(abreviado carinhosamente para Coisinha daqui em diante...) e me bater, me deixando com 10 pontos de vida. Ai tive que continuar me milando (jogando as cartas do deck pro cemitério) pra ter bichos pra bloquear o horror 7/8 dele. Acabei conseguindo cavar um Fatal Push através de um Looting e consegui matar o bicho dele. Mas ele logo em seguida conseguiu baixar mais 2 Coisinhas pra ficar bloqueando, e eu fui dando 1 de dano por turno, já pensando que no primeiro Looting que ele comprasse, acabava pra mim. Consegui comprar o 4º terreno para conjurar uma Vengevine da mão. Quando fui tutorar minha 2ª

Overgrown Tomb

, vi que estava com somente 15 cartas no deck, e uma delas era o último Trophy. Nessa hora decidi ir só com a Vine, e não baixar mais nenhum bicho, pois a probabilidade deu jogar o Trophy pro exílio era muito alta. Ele estava com 11 de vida e 2 Coisinhas pra bloquear, ou seja, se não matasse meu Vengevine ou me atacasse em 4 turnos, ele perdia. E eu só com 4 de vida. Então era tudo ou nada! Ao longo dos próximos 3 turnos ele só comprou land, e eu comprei o Trophy pra poder destruir um bloqueador dele e fechar o jogo um turno mais cedo. Vitória!

2º SIDE IN

3

Force of Vigor

2

Fatal Push

2

Abrupt Decay

2º SIDE OUT

- o mesmo Desde a época do BridgeVine eu só ponho Leyline pra dentro quando começo o jogo. Se meu oponente começar, eu aposto 100% nas remoções para os

Thing in the Ice

e em ser mais rápido que as

Arclight Phoenix

(Fênix) dele. Hoje em dia, já que o Izzet Phoenix substituiu

Ravenous Trap

por Leyline, considero essa estratégia mais certa ainda, e necessária para abrir espaço para as Forces.

3º jogo:

Ele começou com 2 Leylines. E eu com Force mais uma carta verde na mão ......ufa! hahahaha. Mesmo matando as Coisinhas dele com as minhas remoções, ele conseguiu por 2 Fênix na mesa, me levando a 10 de vida. Mas eu botei pressão e ele teve que ficar um turno sem atacar para poder bloquear meu Hogaak e não morrer. Turno dele, eu com 10 de vida e ele com 7. Ele perdia na volta, mas também só precisava de 2 Fênix ou 1 Fênix + um Bolt e

Lava Dart

pra ganhar naquele turno. Ele começa com

Manamorphose

, depois recapitula o Looting e bota mais uma Fênix no cemitério. Eu olho o cemitério dele e não vejo nenhum Dart. Dedos cruzados hahahaha. Ele manda um segundo Looting da mão... mas descarta 2 terrenos! Volta 3 Fênix do cemitério e me deixa com 1 de vida! Ele com uma carta na mão... que era um terreno! Vitória!!!

Ad

5ª rodada - Affinity Clássico

1º jogo:

Botei pressão com Hogaak na 3 e forcei ele a ir pro tudo ou nada sacrificando todo mundo pro Ravager e passando os marcadores pro Nexus batendo. Mas eu tinha o Trophy na mão pra responder. Vitória!

SIDE IN

3

Force of Vigor

1

Shenanigans

2

Fatal Push

SIDE OUT

2

Bloodghast

2

Claim // Fame

1

Gravecrawler

1

Blackcleave Cliffs

2º jogo:

Minha mão inicial eram 2 Fetchs, Force, carta verde, Shenanigans e 2 bichos qualquer. Já comecei destruindo 1 bicho mais o

Springleaf Drum

dele, e a partir do 2º turno era um Shenanigans por turno. Muito difícil pro Affinity jogar nessas circunstâncias. Vitória!

6ª rodada - Izzet Phoenix

A essa altura do campeonato eu era o único jogador com 15 pontos. Mas o meu OPW% era mais baixo que o de todas as pessoas que estava com 12 pontos. Acho que algum oponente meu fez 0-2 drop ou algo do gênero. Então era tudo ou nada, pois eu provavelmente iria cair umas 3 ou 4 colocações se perdesse esse jogo.

1º jogo:

Eu decidi dar um Trophy no

Thing in the Ice

dele logo no meu 2º turno, pois estaria removendo uma ameaça e no turno seguinte ia ter o número certinho de cartas no cemitério para conjugar o Hogaak. Fiz no meu turno com receio de tomar algum anula (que ia contar pra tirar um marcador da Coisinha). Mas essa jogada foi um erro, pois logo em seguida ele veio com

Aria of Flame

e em 2 turnos, já estava me dando um “Bolt de 9 de dano. Perdi.

SIDE IN

4

Leyline of the Void

2

Fatal Push

1

Assassin's Trophy

SIDE OUT

2

Lotleth Troll

2

Claim // Fame

1

Gravecrawler

1

Bloodghast

1

Polluted Delta

2º jogo:

Comecei com Leyline na mesa, que travou bastante a estratégia dele. E dar

Vapor Snag

no Hogaak não foi o suficiente para conter a pressão. Vitória!

2º SIDE IN

2

Leyline of the Void

2

Fatal Push

2

Abrupt Decay

1

Assassin's Trophy

2º SIDE OUT

- o mesmo A lista dele usava

Snapcaster Mage

e Vapor Snag. Eu vi na rodada anterior ele usando

Chandra, Torch of Defiance

,

Jace, Vryn's Prodigy

. Comecei a suspeitar que ele não usava Leyline no sideboard. No 2º jogo, quando ele usou

Ravenous Trap

contra mim, tive praticamente certeza que Leyline não ia vir. Por isso não botei as Forces pra dentro, mas deixei o 3º Trophy caso eu estivesse errado.

3º jogo:

Quando eu vi que ele não tinha baixado nenhuma Coisinha no turno 2, resolvi ir para o tudo ou nada e exilei uma Vine e um Ghast pra poder baixar o Hogaak na 2. Quanto menos carta o jogador de Fênix tiver na mão, melhor. Então se ele mandasse um Vapor Snag, eu continuaria batendo nele com meus bichos do campo e uma hora ia acabar conjurando o Hogaak novamente. Ele tentou me travar com uma

Blood Moon

, já que eu tinha jogado um Pântano pro cemitério. Mas eu estava com Fetch na mesa e o 2º pântano ainda no deck. A partir daí, fui batendo com Gravecrawlers e Bloodghasts rumo à vitória! Com isso, terminei o torneio invicto. Fiquei muito feliz com o resultado. Realmente, estava iluminado no dia. E a adição do

Glowspore Shaman

deixou meu deck muito mais consistente. Além do fato dele poder bloquear e ser 3/1. Isso se provou bem relevante nos jogos. Nesse artigo não entrei em detalhes na estratégia do deck. Assim como era com o Bridgevine, na minha opinião o HogaakVine não é um deck tão simples de jogar. Todo mundo sempre pensa no “ahhhh, Hogaak + 2 Vengevines na 2 e acabou. Deck retardado e blablabla”, mas esquecem que quando isso não acontece, você tem que tentar sequenciar suas jogadas de tal maneira que consiga encher o cemitério rápido, que consiga usar o Looting antes de baixar o segundo terreno. Tem que saber quando usar Fetch, e qual usar primeiro. Fazer a contagem correta de Fetchlands para não se botar numa sinuca e deixar de buscar a Dryad Arbor porque usou a Fetch errada. Fora a noção de como funciona prioridade no jogo, para não abrir uma janela pro seu oponente dar

Surgical Extraction

no seu Hogaak. Enfim, tem detalhes que devem ser levados em consideração para jogar com o deck de maneira otimizada.

Ad

Se vocês tiverem interesse, posso escrever mais um texto fazendo uma DeckTech dessa versão que jogo do deck. Deixem ai nos comentários se vocês têm interesse, e as perguntas que vocês gostariam que eu respondesse. Bom, é isso. Vou aproveitar essas próximas 2 semanas pra jogar de Hogaak! ...e os próximos 3 meses também porque essa carta NÃO vai ser banida!!! Hahahahaha Grande abraço! =)

Nota

0

report
User profile image
More comment
As melhores cartas de Strixhaven para o Modern!

As melhores cartas de Strixhaven para o Modern!

[Rumor] O serviço de assinatura de Secret Lair

[Rumor] O serviço de assinatura de Secret Lair

Decklist da Semana: Goblins Class Pauper

Decklist da Semana: Goblins Class Pauper

Mais artigos recentes

Mesmo autor

Cards Realm Podcast #4 - A Economia do Magic The Gathering

Cards Realm Podcast #4 - A Economia do Magic The Gathering

Cards Realm Podcast #3 - Magic: The Gathering Arena vs Legends of Runeterra

Cards Realm Podcast #3 - Magic: The Gathering Arena vs Legends of Runeterra

Cards Realm Podcast #2 - A era F.I.R.E. que estamos vivendo no Magic

Cards Realm Podcast #2 - A era F.I.R.E. que estamos vivendo no Magic

Mais do mesmo autor