Profile Main Image

Leon

Série de Magic ganha placeholder e ano de lançamento na Netflix

Finalmente, temos uma ideia aproximada de quando a série será lançada na Netflix

Magic: The Gathering terá sua própria série animada da Netflix. [link](https://cardsrealm.com/artigos/revelados-detalhes-da-serie-de-magic-na-netflix)(Alguns detalhes da série já foram divulgados), mas agora, finalmente, temos uma ideia aproximada de quando a série será lançada na Netflix. Se você tentar pesquisar "Magic: The Gathering" no Netflix, verá um espaço reservado revelando o ano de lançamento: 2021, e a descrição diz: "Os produtores executivos Joe e Anthony Russo ("Vingadores: Ultimato") se unem aos roteiristas Henry Gilroy e Jose Molina na nova animação dos poderosos Planeswalkers". Aqui está o espaço reservado: [image](https://cdn.cardsrealm.com/images/uploads/1575308207.jpeg) Henry Gilroy é conhecido por escrever Star Wars: The Clone Wars, e Jose Molina é o escritor da série da Amazon de 2016, The Tick. O espaço reservado não revelou nada de novo. Não há detalhes da trama, número de episódios e ainda não sabemos a data exata do lançamento, mas pelo menos sabemos que o lançamento deve ocorrer em 2021. Já sabemos que a série se concentrará nos planeswalkers, mas não sabemos em qual plano do Magic se concentrará a história ou até se serão planos. Nic Kelman [link](https://cardsrealm.com/artigos/irmaos-russo:-serie-da-netflix-respeitara-a-lore-mas-com-historia-propria)(já indicou que a série terá história própria): *"definitivamente vamos tentar criar o nosso próprio espaço de continuidade de uma forma muito semelhante a outras franquias.”* Kelman deu um exemplo, dizendo: *“se os pais de alguém morreram e essa é uma parte crucial de quem é seu personagem, isso será verdade não importa em que meio a história se desenrole, mas os detalhes exatos de se eles tinham seis ou oito anos quando isso aconteceu pode mudar". Termina com "absolutamente vai ser fiel aos personagens e ao mundo que todo mundo conhece e ama, mas não vai captar exatamente da continuidade atual da ficção"*. Essa mudança pode ser boa, visto o desastre que foi o [link](https://cardsrealm.com/artigos/declaracao-sobre-a-bissexualidade-de-chandra-e-bloqueada-na-china-russia-e-mais)(livro de Throne of Eldraine). Para mais detalhes dessa série, nos acompanhe aqui na Cards Realm, especificamente [link](https://cardsrealm.com/artigos/procura/netflix)(procurando por Netflix) em nossa busca de artigos.

Compartilhe:

Nota

0

Profile Main Image

Leon

Programador do site da Cards Realm. O Magic vai muito além das cartas. Somos pessoas, uma comunidade enorme.

Social

User profile image
Profile Main Image

GeekPlaceAraras

Abordagens inovadoras para o banimento


São tempos obscuros em um standard completamente desregulado com múltiplos cards banidos e possíveis novas mudanças no futuro. Obscuro, pois é visível o impacto dos problemas apresentados pelo formato no esvaziamento dos torneios semanais realizados pelas pequenas lojas. Paralelamente ao desastre do Standard de Eldraine vemos um trabalho interessante e inovador em Pioneer com a banlist tratada como um organismo vivo, até o final de 2019. Preciso fazer um mea-culpa, em um artigo anterior critiquei a velocidade escolhida para anunciar novos banimentos a cada sete dias questionando se 15 ou 30 dias não fariam mais sentido para ter um recorte mais realista do que acontece no formato, esse problema foi resolvido habilmente com anúncios de “No Changes” no formato quando não foi possível ter certeza do que estava acontecendo com o curto recorte de sete dias. Essa abordagem da Wizards com o novo formato é facilmente comparável ao trabalho apresentado pela equipe responsável pelo Duel Commander. Há alguns anos a equipe responsável pela versão competitiva de Commander mais praticada no Globo realiza algumas experiências na maneira de lidar com uma interferência tão radical no Metagame, podemos destacar como um primeiro passo a lista de observação adotada alguns anos atrás, as cartas de maior destaque no metagame ganhavam selos de aviso, amarelo, laranja e vermelho, de acordo com o estrago causado pelas cartas no formato, esse aviso mostrava aos jogadores o risco que corriam ao escolher as cartas observadas, essa prática foi abandonada com o tempo, talvez por influenciar a escolha dos jogadores e afetar o meta apenas pela observação das cartas. A abordagem era interessante e permitia que os jogadores se preparassem para as mudanças no formato e quando os banimentos aconteciam os jogadores afetados já tinham um plano B em mãos para não se ausentar dos eventos. No dia 26 de Agosto de 2019 a equipe inovou novamente com o Unban de três comandantes para período de teste, [card](Edric, Spymaster of Trest), [card](Erayo, Soratami Ascendant) e [card](Zur the Enchanter) foram liberados sob a chancela de *Experimental Changes*, o termo foi claro e mostrou para os jogadores que montar esses comandantes seria arriscado, porém extremamente divertido. Rapidamente o Metagame recebeu os novos comandantes e para quem ainda não havia visto Edric em ação fica a lição de como funciona o melhor Fish / Tempo da história do formato, desculpe Yuriko. Rapidamente Edric ganhou um grande espaço no Metagame, mas é importante lembrar-se de sua chancela *“Experimental”*. [image](https://cdn.cardsrealm.com/images/uploads/1575299592.jpg) Chegou o dia de um novo anúncio, 25 de Novembro, e [card](Edric, Spymaster of Trest) foi novamente banido após seu breve e glorioso retorno ao formato, [card](Erayo, Soratami Ascendant) foi removido da coluna experimental e liberado de forma mais contundente e [card](Zur the Enchanter) segue em observação. Essa proposta de alterações experimentais agradou, os jogadores puderem experimentar novos decks e o retorno ao obscuro mundo do banimento de Edric não gerou reclamações ou estranhamento na comunidade. [image](https://cdn.cardsrealm.com/images/uploads/1575299616.jpg) Observando o trabalho inovador realizado na construção de um novo formato pela Wizards e a proposta mais humanizada com foco nos jogadores e no impacto dos anúncios apresentada pela equipe de Duel Commander fica uma pergunta, é possível inovar e aprimorar a abordagem de banimentos do Standard? *Fontes:* [link](http://www.duelcommander.com/)(Duel Commander) Carlos Eduardo Tognoli [image](https://cdn.cardsrealm.com/images/uploads/1572980947.jpeg)

Compartilhe: