NO CHANGES? Thassa's Oracle e a solução do cEDH

Magic: the Gathering

Multiplayer

NO CHANGES? Thassa's Oracle e a solução do cEDH

Thassa's Oracle veio para ficar, vamos analizar rapidamente seu impacto no formato e apresentar seu novo deck

Por Kaylani, 22/01/20

Este artigo pertence à série Manual do cEDH:

1. Manual do cEDH - Avaliação de Ameaças

2. NO CHANGES? Thassa's Oracle e a solução do cEDH

3. Manual do cEDH - Cenários de Jogo

4. Manual do cEDH - Arquétipos

Após a decisão de não banir

Flash

no EDH liberada na segunda-feira (20/01/2020), teremos um novo deck no formato:

Fish Hulk

. O spoiler de

Thassa's Oracle

causou reações imediatas na comunidade cEDH e novos pedidos para o banimento de

Flash

, que já ultrapassou sua estadia no formato. Apesar do aparente consenso de que uma ação deve ser tomada a fim de impedir a homegeneização do meta cEDH, a RC escolheu não tomar providências. A decisão não foi surpreendente visto que os banimentos no formato são feitos a fim de acomodar o lado casual e, historicamente, o cEDH não é levado em conta nessas decisões.

Ad

Bem, já que

Thassa's Oracle

veio para ficar, vamos analizar rapidamente seu impacto no formato e apresentar um novo deck que deve, infelizmente, substituir diversas estratégias.
Image content of the Website
Decks que utilizam

Laboratory Maniac

+

Demonic Consultation

ganharam uma nova arma. Lembram quando

Jace, Wielder of Mysteries

foi lançado e a capacidade de vencer o jogo sempre precisar de outro efeito para comprar uma carta foi tão boa, tão boa, que o custo adicional não foi suficiente para torná-lo inviável? O inverso aconteceu. Temos um LabMan agora que não precisa de um draw e ele custa

menos

que o

Laboratory Maniac

original. Kess Consultation, Curious Control, Tasigur, Najeela... Todos os decks que utilizam

Demonic Consultation

como estratégia principal ou secundária ficaram mais fortes. O problema reside no fato de que estratégia baseadas em

Flash

Hulk ficaram desproporcionalmente melhores com a nova carta. A capacidade de ganhar em

instant speed

por apenas 1U é uma vantagem muito grande para ser deixada de lado. Decks similares se tornaram obsoletos para dar lugar ao novo deck: Sushi Hulk. Porém não temos apenas uma nova estratégia poderosa e um novo deck. Com pilhas super eficientes, a maioria dos decks é incentivada a utlizar a mesma estratégia, que tem como consequência homegeneizar o formato. Por que um jogador irá carregar

hate

para uma estratégia e diluir a qualidade do seu deck com cartas menos efetivas contra outros decks quando ele pode simplesmente adotar a nova estratégia? Temos um caso em que a melhor maneira de combater um deck é utilizar o próprio deck (ou princípios dele). Com o agravante de

Flash

forçar os jogadores a representar respostas a partir do turno 2, causando jogadas tempo negativas para os oponentes. Esta provável homogeneização e disparidade entre o

melhor deck do formato

e os decks abaixo dele causam a sensação de uma formato "solucionado". Sushi Hulk:
Image content of the Website
Image content of the Website

Wincon principal

:

Flash

+

Protean Hulk

Wincon secundárias

:

Thassa's Oracle

/

Jace, Wielder of Mysteries

+

Demonic Consultation

/

Tainted Pact

Bem... O nome do deck não foi completamente adotado, chamaremos aqui de Fish Hulk (também pode ser conhecido como Oracle Hulk, Sushi Hulk ou Unified Hulk). O spoiler de

Thassa's Oracle

permite o uso da pilha Hulk mais eficiente e efetiva até hoje. É interessante mencionar as vantagens que

Thassa's Oracle

tem em relação ao

Laboratory Maniac

: -

Thassa's Oracle

tem um CMC igual a 2, isso libera espaço na pilha Hulk caso necessário. -

Thassa's Oracle

não precisa de um draw spell para vencer o jogo. -

Thassa's Oracle

não precisa estar no campo de batalha durante a resolução de sua habilidade.

Remoções em instant speed não servem para impedir o combo, visto que, mesmo que o jogador tenha todas suas permanentes removidas em

instant speed

(com um Force of Despair, por exemplo), a cláusula de vencer o jogo de

Thassa's Oracle

funciona com um deck vazio e devoção igual a 0. A nova pilha consiste em:

Thassa's Oracle

+

Nomads en-Kor

+

Cephalid Illusionist

(Breakfast). Com o trigger de

Thassa's Oracle

na pilha o jogador utiliza o combo Breakfast para tombar o deck inteiro.

Ad

O deck também tem pilhas alternativas como:

Thassa's Oracle

+

Spellseeker

. Onde

Spellseeker

busca

Demonic Consultation

(ou

Tainted Pact

, caso o jogador se preocupe com a ameaça de um Mental Misstep) e o deck é exilado antes da resolução da habilidade de

Thassa's Oracle

. Também temos as win conditions alternativas de Jace-Consult e Oracle-Consult (que agora só custa UUB). O novo deck é capaz de ganhar em

instant speed

apenas com a resolução do

Flash

(1U) e tem pilhas alternativas para combater peças de stax como

Cursed Totem

. O deck também precisa rodar muito menos cartas "mortas" (apenas

Nomads en-Kor

e

Cephalid Illusionist

) em comparação com outros decks baseados em

Flash

-Hulk. A restrição de não poder utilizar cartas brancas também desapareceu, dando acesso a cartas como

Aven Mindcensor

, Silence, Dovin's Veto... Como reconhecer: Não há motivos (suficientes) para utilizar outras versões deste deck. A partir de agora, é plausível assumir que todos os decks

Flash

-Hulk utilizarão esta estratégia. Como combater: Agora é necessário respeitar o

Flash

enquanto o piloto de Fish estiver com 1U disponível (

EM INSTANT SPEED

). Peças de stax tradicionais como

Graffdiger's Cage

,

Rest in Peace

e

Aven Mindcensor

atrapalham bastante a rota

Flash

-Hulk, mas não param as rotas alternativas. O deck é montado para combater bem peças de stax, então você não deve se sentir seguro por causa de uma peça de stax na mesa. O deck também é capaz de grindar muito bem até o

late game

, especialmente agora que o número de peças para a pilha Hulk diminuiu e o acesso a cartas brancas foi liberado, então é preciso combater de alguma forma os Card Advantage Engines.

Cursed Totem

impede ativações do Thrasios e bloqueadores atrapalham a habilidade da Tymna. Visto que não é mais possível contar com múltiplas remoções para impedir o combo (o Sacred já tinha essa proteção mas com um custo maior), é necessário combater diretamente o trigger do

Protean Hulk

com cartas como

Tale's End

e

Trickbind

. Outras peças de stax como Hushbringer e

Torpor Orb

também podem ser utilizadas para impedir o trigger de

Thassa's Oracle

, porém algumas listas podem utilizar

Laboratory Maniac

para combater

Torpor Orb

. A análise deste deck estará também no terceiro artigo da série Manual do cEDH, porém este post teve caráter emergencial...
Próximo artigo nesta série Arrow right Solid icon

Nota

0

commander opinião cedh
Profile Main Image

Kaylani

Kaylani Bochie iniciou no Magic em Mirrodin, no final de 2003. Foi iniciado no cEDH em 2016, pelo interesse natural em otimizar estratégias no Commander. Busca decks control em todos os formatos e está sempre à procura do “2-por-1” perfeito.

Social Facebook brands icon

User profile image
More comment
Aprendendo Inglês com Magic - projeto de conversação com Luna Borges!

Aprendendo Inglês com Magic - projeto de conversação com Luna Borges!

O Lado B do cEDH - Orvar, the All-Form

O Lado B do cEDH - Orvar, the All-Form

As melhores cartas de Strixhaven para o Modern!

As melhores cartas de Strixhaven para o Modern!

Mais artigos recentes

Mesmo autor

O Lado B do cEDH - Orvar, the All-Form

O Lado B do cEDH - Orvar, the All-Form

Strixhaven no cEDH - 6 Cartas interessantes da Nova Edição

Strixhaven no cEDH - 6 Cartas interessantes da Nova Edição

O Lado B do cEDH - Pako, Arcane Retriever e  Haldan, Avid Arcanist

O Lado B do cEDH - Pako, Arcane Retriever e Haldan, Avid Arcanist

Mais do mesmo autor