Profile Main Image

Canal InvoKando

Eldrazi, os Deuses das Eternidades Cegas

Os Eldrazi são as criaturas mais misteriosas do Multiverso e nesse artigo você vai conhecer mais desses deuses das eternidades cegas.

Eldrazi é um tipo de criatura que descreve uma raça antiga nativa das Eternidades Cegas que não tem forma física nem alinhamento de cores. Sua natureza é uma fome incessante, por isso eles viajam entre planos do multiverso devorando a mana e a energia vital do mundo até a sua destruição. Não se sabe se existem mais titãs em outros lugares do multiverso. Cada titã Eldrazi vive fora dos planos. Quando querem se alimentar, eles estendem uma parte do seu "corpo" para dentro do mundo, assim cria uma manifestação física de si mesmo ali, bem como um exército de zangões que são extensões de seu corpo e vontade. O dragão espírito Ugin comparou isso com um homem enfiando a mão em uma poça de água; o homem sendo o titã Eldrazi e a água um plano. Os peixes (aqueles que habitam o plano) vêem apenas uma parte do homem, sua mão. Da mesma forma, os habitantes de um plano podem ver apenas uma parte de cada titã. Mesmo que os Eldrazi menores pareçam seres independentes, suas formas físicas são apenas parte de uma entidade maior fora do plano. Três desses titãs Eldrazi foram apresentados para nós, alguns dizem que eles são únicos que existem, outros dizem que podem a ver mais deles que ainda não conhecemos, mas falando sobre os titãs, o primeiro deles é Ulamog, o Vórtice Infinito, também chamado de Ula pelo os tritões de Zendikar que o consideram o deus do mar. [image](https://cdn.cardsrealm.com/images/cartas/crop/roe-rise-of-the-eldrazi/ulamog-the-infinite-gyre-12-med.jpeg?556) Ulamog é o menor dos três titãs Eldrazi. Sua cabeça lembra um capacete de osso, mas não tem olhos ou expressão. A maior parte do corpo tem a cor dos músculos expostos e é coberta com placas ósseas. Ele se move através de uma massa contorcida de tentáculos cravejados de pontas ósseas abaixo do tronco. Seus dois braços se dividiram no cotovelo e levaram a quatro mãos. Um fedor de carne podre, decomposição e enxofre o envolve constantemente, ganhando o nome de "O Titã Fedorento". Ele é o Titã do Consumo, da fome interminável, pois ele e sua ninhada consomem matéria viva e não viva. Ao fazer isso, eles drenam mana e energia vital de tudo o que estiver nas proximidades. Seus processadores transformam a energia consumida em efeitos parecidos com feitiços que desafiam o entendimento dos magos Zendikar, criando pragas, parasitas mortais e infinitas criações abundantes. Tudo, incluindo a água, é transformado em uma casca branca. Ulamog é símbolo da peste, os laços cegos entre parasita e hospedeiro e superabundância; ele é criação e destruição trazida com uma harmonia profana. [image](https://cdn.cardsrealm.com/images/cartas/crop/roe-rise-of-the-eldrazi/pathrazer-of-ulamog-9-med.jpeg?2244) A linhagem da ninhada Ulamog é caracterizada principalmente por densas massas de tentáculos carnudos, múltiplos braços murchos divididos no cotovelo e placas ósseas sem olhos, em formas desumanas, mas vagamente faciais. A semente de Ulamog cresce rapidamente, de larvas minúsculas até o tamanho de um lobo. Alguns têm pernas semelhantes a aranhas e outros tentáculos. Os drones de Ulamog podem crescer até três metros de comprimento, eles cumprem papéis de criação dos Eldrazi menores e ensinando sobre o consumo da terra. Os Eldrazi linhagem Ulamog são ferozes e brutais, seus passos estremecem o chão, hábeis em espalhar doenças e drenar as psiques, bem como a energia vital de suas vítimas. Kozilek, Carniceiro da Verdade é chamado de Cosi pelos tritões, o deus trapaceiro. O avatar planar de Kozilek é um titã de de anatomia humanóide, mas com uma massa de tentáculos no lugar das pernas e um orifício complexo no lugar da cabeça. Seu corpo está coberto de olhos e quitina, e um adorno sombrio flutua acima dos ombros e se estende dos cotovelos, parece que eles foram feitos para criar "buracos negros” na realidade. [image](https://cdn.cardsrealm.com/images/cartas/crop/roe-rise-of-the-eldrazi/kozilek-butcher-of-truth-6-med.jpeg?6913) Kozilek é o Titã da Grande Distorção, um pesadelo cruel de insanidade implacável. Ele muda a percepção da realidade, tornando impossível discernir a verdade. Ele corrompe lealdades, confunde pensamentos, transforma emoções, induz desespero e pânico. Kozilek representa o engano, os quebra-cabeças, mentiras, domínio da mente, transformação e experimentação. Os sábios chamam Kozilek de pânico da confusão, armadilha dos enigmas e agitador do pensamento. Os Eldrazi da linhagem Kozilek, tem muitos olhos crescendo perto das articulações ou ao longo de sulcos corporais, placas irregulares ou lâminas de mineral preto lustroso projetando-se ou flutuando em torno de seus corpos, e anatomias animalescas ou insetóides cobertas de carapaças duras. Os drones de Kozilek podem absorver a vida apenas pela presença deles, mas preferem rasgar a carne com suas projeções tenebrosas. [image](https://cdn.cardsrealm.com/images/cartas/crop/ogw-oath-of-the-gatewatch/thought-knot-seer-9-med.jpeg?2028) E a terceira titã Eldrazi e com certeza a criatura mais poderosa ainda viva no Magic. Emrakul, o Fragmento dos Éons, para os tritões seu nome é Emeria, a deus do céu, das nuvens, do vento. Eles acreditam que os hedrons flutuantes e os edifícios que compõem Emeria, a Ruína do Céu, já foram o lar da Deusa. Os suplicantes costumavam oferecer fragmentos de hedron e frutas da terra para ela. [image](https://cdn.cardsrealm.com/images/cartas/crop/puma-ultimate-box-topper/emrakul-the-aeons-torn-u1-med.jpeg?6993) Emrakul representa a Corrupção, o maior e mais temível dos Eldrazi. Ela não afeta a matéria inorgânica, como rochas e a água, mas distorce todas as coisas vivas, sejam elas plantas, animais ou outros seres sencientes. Ela causa terror silencioso onde quer que voe, incorporando desolação, distância emocional e física, o frio do vazio e o terror de estar sozinho. A linhagem ninhada gerada por Emrakul tem várias características. A primeira e mais reconhecível é a treliça esponjosa e carnuda incorporada na anatomia dessas criaturas. Essas estruturas incompreensíveis existem sem um propósito conhecido. Alguns estudiosos da área especularam que a treliça de alguma forma permite que a linhagem Emrakul flexione a gravidade com mais força do que as outras linhagens. Os Eldrazi da linhagem Emrakul também possui esquemas de cores bizzaros, mesclando um azul escuro com ocres e magenta. Essa coloração estranha é comum à maioria dos Eldrazi, pois suas formas antes astrais refletem a luz de Zendikar de maneiras não naturais, mas o efeito é especialmente proeminente na linhagem Emrakul. Outro detalhe visual da linhagem de Emrakul são os crescimentos de pequenos tentaculos finos e tortos, que terminam em projeções semelhantes a dedos ou garras. As criaturas da usam esses crescimentos para prender suas presas antes de ingerir suas energias vitais, mas também podem dar origem a poderes e amplificar os sentidos. [image](https://cdn.cardsrealm.com/images/cartas/crop/bfz-battle-for-zendikar/vestige-of-emrakul-136-med.jpeg?9736) Em Innistrad, sua influência corrompeu o plano transformado os monstros em criaturas ainda piores, com tentáculos e buracos na pele. O arcanjo Avacyn manteve Emrakul à distância por muito tempo, mas uma vez que o arcanjo foi destruído pelo próprio Sorin, o titã entrou fisicamente em Innistrad e sua influência sobre o plano aumentou. Depois de destruir grande parte da cidade de Thraben, Emrakul foi confrontada pela Sentinelas e Liliana Vess, que são quase distorcidos pela influência mental. Jace se comunica com uma invenção dela que se manifesta como Emeria, que lhe diz que ela é "incompleta, não realizada, incipiente" e que Innistrad deve recebê-la, não a rejeitar. Quando a Sentinelas fizeram um ritual para selá-la, ela voluntariamente deixa-se selar na lua de Innistrad ao possuir Tamiyo, depois de dizer a Jace que ela "não queria mais brincar" e "Não era a hora dela. Ainda não." Emeria também apareceu no final da visão de Nissa do plano de Nicol Bolas enquanto ela estava realizando o Julgamento do Conhecimento em Amonkhet. Não se sabe se essa comunicação realmente se originou da Emrakul ou foi alguma alucinação de Nissa. O fato que Emrakul vai voltar um dia e vai completar o multiverso com seus poderes. Agora que você conheceu os Eldrazi, logo mais, vou trazer a história que mudou Zendikar e deu origem as Sentinelas. [image](https://cdn.cardsrealm.com/images/cartas/crop/emn-eldritch-moon/emrakul-the-promised-end-6-med.jpeg?4791)

Compartilhe:

Nota

0

Profile Main Image

Canal InvoKando

Meu nome é Marcos, apaixonado pela lore do Magic: The Gathering. Editor e criador de Conteúdo no canal InvoKando.

Social

User profile image
Profile Main Image

João

Core Set M21 e Lendas em tempos de Corona


Meio do ano e o que esperar de nosso jogo favorito? Mesmo em tempos de Quarentena, a produção da Wizards of the Coast não para e portanto, nem os nossos artigos. M21 trouxe novas lendárias, então vamos ver como elas entram no formato, se entram de cabeça ou se tropeçam na entrada. Diferente de outra coleções, as lendas dessa coleção não seguem um ciclo, então vamos seguindo a ordem das cores. [image](https://cdn.cardsrealm.com/images/cartas/en/m21-core-set-2021/mangara-the-diplomat-27.jpeg?9283) Em mais uma de suas viagens, [[Mangara, the Diplomat]] ou Ronaldinho Gaúcho aparece no Magic the Gathering fazendo algo que dificilmente vemos que é dar compra de cartas constante e sem a necessidade de pagar mana. Com uma habilidade e status defensivos, Mangara consegue entrar em diversos decks brancos, do tranca-rua Stax aos ofensivos Equipamentos, todo deck precisa de um gás e o Mangara está lá para consegui-lo (desde que seus oponentes não cooperem). [image](https://cdn.cardsrealm.com/images/cartas/en/pm21-core-set-2021-promos/barrin-tolarian-archmage-45s.jpeg?4883) E chegamos no azul, cor tão temida por sua capacidade de dizer “não”. [[Barrin, Tolarian Archmage]] é uma carta que leva a jogadas interessantes, permitindo a resolução tanto de cartas problemáticas quanto a obtenção de vantagem caso os oponentes não tenham algo muito ameaçador. Ficarei surpreso se aparecer um deck de selfbounce e se existir, Barrin certamente estará lá. [image](https://cdn.cardsrealm.com/images/cartas/en/m21-core-set-2021/vito-thorn-of-the-dusk-rose-127.jpeg?3042) A Legião do crepúsculo aparece novamente, voltando a seus esquemas de abusar de roubo de vida assim como causar dano direto em seus adversários. [[Vito, Thorn of the Dusk Rose]] entra em diversas estratégias, não só em tribais de vampiros por sua versatilidade. Decks de tokens podem ganhar bônus com o lifelink (tornando esses tokens pseudo-inbloqueáveis) enquanto decks de combo e controle podem se aproveitar desse efeito de dano direto enquanto ganham vida. [image](https://cdn.cardsrealm.com/images/cartas/en/m21-core-set-2021/kaervek-the-spiteful-106.jpeg?7728) Você gosta que seus oponentes tenham criaturas? Não? Então tenho uma carta para você. [[Kaervek, the Spiteful]] consegue sozinho atrapalhar diversas estratégias baseadas em criaturas, desde ramps até triggers de tokens. Se tu não usa criaturas com frequência, Kaervek pode ser algo muito bem utilizado. Acredito ser mais carta de 99 que uma carta na zona de comando, mas de qualquer jeito vai atazanar seus amigos. [image](https://cdn.cardsrealm.com/images/cartas/en/m21-core-set-2021/gadrak-the-crown-scourge-146.jpeg?1263) Mate coisas, ganhe tesouro. [[Gadrak, the Crown-Scourge]] é simples e de longe o menos importante é essa habilidade de não poder atacar com menos de 4 artefatos na mesa. Ganhar vantagem a cada criatura que você mata é sempre algo assustador e Gadrak está aí para se aproveitar disso. [image](https://cdn.cardsrealm.com/images/cartas/en/m21-core-set-2021/subira-tulzidi-caravanner-162.jpeg?8260) Ah, o comandante vermelho que quer bater, bater e bater. [[Subira, Tulzidi Caravanner]] me lembra muito [link](https://mtg.cardsrealm.com/carta/kari-zev-skyship-raider)(Kari Zev) e [link](https://mtg.cardsrealm.com/carta/zurgo-bellstriker)(Zurgo Bellstriker) fundidos com [link](https://mtg.cardsrealm.com/carta/edric-spymaster-of-trest)(Edric). O problema dessa junção é que o deck acaba se tornando um meio a meio e não maior que a soma de suas partes. Primeiro pela falta de criaturas não bloqueáveis vermelhas, mas também pelo custo maciço de descartar a própria mão para conseguir comprar de novo as cartas. [image](https://cdn.cardsrealm.com/images/cartas/en/m21-core-set-2021/jolrael-mwonvuli-recluse-191.jpeg?6627) Verde é uma ótima cor atualmente e uma criatura que abusa da capacidade que o verde tem de comprar cartas atualmente para tornar suas criaturas gigantes é ótima. [[Jolrael, Mwonvuli Recluse]] é uma ótima 99 em decks que já compram muita carta como Edric, [link](https://mtg.cardsrealm.com/carta/chulane-teller-of-tales)(Chulane) e [link](https://mtg.cardsrealm.com/carta/tatyova-benthic-druid)(Tatyova), mas não tão boa como comandante em si. [image](https://cdn.cardsrealm.com/images/cartas/en/m21-core-set-2021/niambi-esteemed-speaker-222.jpeg?6763) [[Niambi, Esteemed Speaker]] está fazendo o trabalho dela como bombeira de plantão, tirando suas outras criaturas do caminho de algo perigoso enquanto te ganham vida no processo. Niambi em si também não faz algo extremo, mesmo com o flash, a habilidade de compra é custosa e seu melhor uso é como emergência para salvar uma criatura mais importante. [image](https://cdn.cardsrealm.com/images/cartas/en/m21-core-set-2021/radha-heart-of-keld-224.jpeg?9983) Habilidades que te permitem ver o topo do seu próprio deck (especialmente se não dão essa informação para o seu oponente) são sempre interessantes no mínimo, principalmente quando te permitem usar o que está nele (mesmo que só parcialmente. O problema dessa [[Radha, Heart of Keld]] como comandante é a existência de cartas que fazem o que ela quer fazer melhor que ela, mesmo ela sendo uma ótima carta para os 99. [image](https://cdn.cardsrealm.com/images/cartas/en/m21-core-set-2021/rin-and-seri-inseparable-278.jpeg?1111) Um bebê tão fofo ao nascer, mas fez o mundo inteiro se surpreender. [[Rin and Seri, Inseparable]] vêm para brincar com duas tribos teoricamente opostas, cães e gatos trabalhando juntos para um bem comum. Rin e Seri estão em cores boas, mas tem um problema grande de ser a carta que quer fazer mais de uma coisa e acaba não fazendo nenhuma. Se você resolve jogar só misturando cães e gatos, você acaba perdendo peças importantes de uma ou outra tribo. Jogue pelo flavor, não necessariamente pela força. E com isso temos todas as lendárias novas de M21. Gostou?? desgostou?? Está interessado em usar as novas cartas ou até mesmo criar um deck completamente novo baseado nessas novas cartas?? Comenta aqui embaixo sua opinião sobre esse novo set.

Compartilhe: