Picareta e Arado: Draftando Aggro em Kaldheim

As ferramentas para o sucesso: atacando e farmando vitórias no formato!

Por Luiz, 14/02/21

Saudações! Meu nome é Luiz, também conhecido como Miguxo ou Migucheras. Eu gosto de jogar Booster Draft, e esse é meu primeiro artigo na CardsRealm. Hoje pretendo abordar a estratégia que tem melhor funcionado para mim nos primeiros doze dias do formato: Boros com

Colossal Plow

e Equipamentos. Um pouco de contexto sobre o formato, alguns pontos que exploramos no Guia Completo: - Os cards comuns são em maioria muito mais fracos e situacionais do que os incomuns/raros/míticos, precisando de sinergia com o resto do seu deck pra serem sequer jogáveis.

Ad

- A presença da mecânica de Neve incentiva decks multicoloridos mais lentos, que querem usar mana-fixing para splashar todas as bombas que puderem pegar - e vencer através de vantagem de cartas, tanto numérica quanto em qualidade. - Como fazer nossas criaturas pequenas agressivas continuarem relevantes no final do jogo? Os Equipamentos em Kaldheim são excelentes, de uma forma que não me lembro de ter visto em outro formato. Imagine um cenário em que você tem as seguintes permanentes na mesa:
Qualquer criatura, até um token 1/1, se torna uma ameaça enorme quando têm +4/+1, atropelar e lifelink. Enquanto você puder continuar colocando criaturinhas na mesa, basta equipar todo turno e atacar, até seu oponente eventualmente ficar sem recursos pra lidar com isso. O célebre streamer Deathsie cunhou a máxima: "criaturas não importam, apenas Raras e Equipamentos importam", pois não importa quais são as criaturas em que colocamos as armas, só importa que tenhamos onde colocar e tudo vai dar certo.
Como entrar no deck?

Dwarven Hammer

é a melhor incomum da edição pra mim nesse momento, a não ser que haja alguma mítica quebrada no p1p1 eu mergulho de cabeça no Martelão.

Runed Crown

é mais uma peça que vale a pena pegar de cara e agarrar todas as Runas que puder para ter um equipamento versátil que sempre se substitui (pois você compra um card da Runa).

Goldvein Pick

é um card que parecia fraco no começo mas se mostrou bem versátil, oferecendo uma explosão de mana no começo do jogo, além dos Tesouros permitirem incluir Runas ou até bombas "off-color" no seu deck.

Runas

Pegue-as quando puder e use quantas puder. Como ressaltamos, o que vai ganhar o jogo são seus equipamentos, então dar ainda mais habilidades a eles é um grande adianto. No pior caso possível você coloca a Runa num terreno pra comprar um card e a vida segue.

Criaturas

Em linhas gerais as criaturas são substituíveis, mas temos que usar algumas, diria que pelo menos 15 nesse deck - considerando os equips que trazem um token como o Martelão como criaturas, e também uma mágica como

Dwarven Reinforcements

. O que queremos nas nossas criaturas: - Keywords.

Battlefield Raptor

é uma das melhores, pois quando colocamos qualquer equipamento nele é como se o bônus do Equip também estivesse ganhando Voar e Iniciativa. - Múltiplas criaturas com um card.

Beskir Shieldmate

é um exemplo, quando morre nos dá outro 1/1 pra empilhar nossas armas.

Clarion Spirit

é outro card que nos dá um suprimento constante de corpos. - Que elas sejam baratas. Existem alguns 3-drops que interessam como

Starnheim Courser

que pode te gerar mana ou

Tuskeri Firewalker

que funciona muito bem com coisas que façam voar; mas em geral você quer que a grande maioria de suas criaturas custe 1 ou 2 mana.

Remoções

Não me levem a mal, mas deixa eu contar um segredo pra vocês: apesar de esses cards estarem entre os melhores da edição, Remoção é uma coisa que ainda é de certa forma superestimada no Limitado em 2021. Quando você joga num deck proativo como Boros nessa edição você quer ser a pessoa que apresenta as perguntas e deixar a preocupação com as respostas a cargo de seu oponente. É legal ter formas de interagir, mas

Run Amok

cumpre esse papel melhor do que as próprias remoções - pois além de te fazer ganhar o combate, ainda empurra alguns pontos de dano.

Ad

E pela própria composição de deck no final das contas é possível que nem sobre espaço pras remoções pois elas são uma prioridade menor (veja o Bound in Gold no sideboard): Image content of the Website (se quiser ver esse deck em detalhes, é o quarto nos anexos)

Agricultura

Image content of the Website (números cortesia do 17lands, após 22 drafts) Vamos começar com o melhor cenário possível: Turno 2 Arado, Turno 3 na play Boi. Você ataca com um 6/3 que não dá pra bloquear (pois não há criaturas comuns com 3 de poder que custem 2) e faz uma mágica de 4 mana após o combate. Se seus oponentes não tiverem resposta no próximo turno o jogo provavelmente acaba, e mesmo que tenham você sai dessa troca com uma enorme vantagem (o Arado troca pra cima em mana, e te fez dois

Dark Ritual

e 6 de vida). Quanto mais Arados e Bois você tem no deck maior a chance desse cenário acontecer. O custo, claro é colocar algumas criaturas 0/6 no seu deck que não são tão boas sem o Arado. Entretanto, o que o Boi nos ajuda a fazer nesse arquétipo: - Tripular

Raiders' Karve

que é um Veículo de segunda linha bem jogável, 4/4 é uma ótima linha de stats no formato, mesmo sem o Boi no deck. Já

Funeral Longboat

é só ruim mesmo. - Segurar o chão enquanto juntamos nossa pilha de Equipamentos e Runas para chegar naquele estado de jogo descrito anteriormente, e inclusive carregar os ditos equipamentos (apesar de 0/6 ele não tem Defensor!). - Velocidade defensiva pra cartas mais midrange que funcionam especialmente bem com o Arado que são

Master Skald

e

Shepard of the Cosmos

. - O fato de ninguém mais querer o Boi faz com que seja fácil pegar no final dos packs, então você não precisa gastar picks altos nele. Vale lembrar que o Arado funciona também com Runas, além de poder ser equipado enquanto tripulado - cada vez que você o deixa evasivo ou maior e é um ataque em que não dá pra interagir, cada vez enterra mais seu oponente. Por fim,

Run Amok

também tem uma interação muito positiva com um Veículo que praticamente força oponente a bloquear. Isso sem falar na

Brasolâmina

...
Creio que é o que temos pra hoje, galera! Reiterando: priorizem Equipamentos, peguem as criaturas baratas, peguem Arado e colham resultados! Vou deixar no apêndice de exemplo alguns decks com qual fiz 7-x no arquétipo. Qualquer dúvida deixem aí nos comentários, ou me contatem através das redes sociais: Twitch, YouTube ou Twitter.
Decks exemplo
Showdown é insana, sem dúvidas. 3 Story Seeker brilham quando se tem dois martelos. Clarion Spirit é uma ameaça que exige remoção.
Loading icon
Raptor é a melhor forma de maximizar picaretas. Olhando de novo o deck possivelmente teria incluído as Runas que estão no sideboard.
Loading icon
Uma versão mais "tradicional" do deck usando equips de forma mais pontual - se torna mais dependente de interação como Run Amok e remoções por um outro lado.
Loading icon
O ARADO FATAL maximizando a interação com a "brasolâmina" do formato. Acho que o melhor deck com qual joguei até hoje em Kaldheim. Como tinha dito antes, sequer houve espaço para o

Bound in Gold

- ilustrando como é mais importante a pergunta que a resposta.
Loading icon
Bônus: Um deck de neve que estava usando splashes e aproveitou pra incluir o combo agrícola. Incidentalmente tínhamos outras formas de tripular o Arado no deck, o qual funcionou muito bem.

Ad

Loading icon
Muito obrigado pelo seu tempo, espero que aproveite as dicas! Até a próxima!

Nota

0

kaldheim draft limited MTG aggro
Profile Main Image

Luiz

30 anos, servidor público e pai, joga Magic nas horas vagas. Entusiasta de Booster Draft, conheceu o jogo em 2000.

Social Youtube Brands iconTwitch Brands icon

User profile image
More comment
Kaldheim Draft: Evolução do formato

Kaldheim Draft: Evolução do formato

Deck da Semana: Grixis Valki Pioneer

Deck da Semana: Grixis Valki Pioneer

Resumo da reunião de acionistas da Hasbro em 2021

Resumo da reunião de acionistas da Hasbro em 2021

Mais artigos recentes

Mesmo autor

Kaldheim Draft: Evolução do formato

Kaldheim Draft: Evolução do formato

Selado Kaldheim: Fundamentos e Guia do Formato

Selado Kaldheim: Fundamentos e Guia do Formato

Picareta e Arado: Draftando Aggro em Kaldheim

Picareta e Arado: Draftando Aggro em Kaldheim

Mais do mesmo autor