Profile Main Image

Gabriel

The Walking Lair – As polêmicas cartas black-bordered do novo Secret Lair

Porque o fato das cartas de The Walking Dead serem válidas em formatos eternos é um problema?

Fala “galera do evil”! Antes de mais nada, começo este artigo a partir de meu seguinte tweet: <blockquote class="twitter-tweet"><p lang="pt" dir="ltr">Minha reação ao Secret Lair com cartas exclusivas e *válidas* em formatos eternos: <a href="https://t.co/DstcSoht7v">pic.twitter.com/DstcSoht7v</a></p>&mdash; Gabriel Silva (Exylem) (@ExylemMTG) <a href="https://twitter.com/ExylemMTG/status/1311367749231312897?ref_src=twsrc%5Etfw">September 30, 2020</a></blockquote> <script async src="https://platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> Pois bem. Vocês já devem ter lido no [link](https://mtg.cardsrealm.com/articles/secret-lair-de-the-walking-dead-pode-estrear-banido-no-commander)(artigo do Bruno) e no [link](https://mtg.cardsrealm.com/articles/proximo-secret-lair-tera-cartas-nunca-impressas-legais-nos-formatos-eternos)(artigo do Leon) sobre o novo Secret Lair com a temática de The Walking Dead (ou “Os Papais que Andam”, para os amantes de piadas ruins como eu). Pela primeira vez, as cartas do Secret Lair não serão mais variantes cosméticas apenas, mas sim cartas válidas em formatos eternos, embora continuem sendo exclusivas deste produto. Em primeiro lugar, antes mesmo de entrarmos em detalhes sobre o que isso pode significar para o futuro do Magic, vale lembrar 3 características importantes dos Secret Lair: 1- Secret Lairs ficam disponíveis para compra por tempo limitadíssimo (apenas alguns dias); 2- Secret Lairs podem ser adquiridos oficialmente apenas através da Wizards of the Coast, e não pelas lojas locais (Local Game Stores – LGS); 3- Secret Lairs não estão disponíveis em vários locais do mundo, como a nossa América Latina, além de sofrerem com taxas absurdas de importação mesmo para alguns dos locais onde estão disponíveis; [image](https://cdn.cardsrealm.com/images/uploads/1601493964.jpeg) Em resumo: Estamos falando de um produto exclusivíssimo, “premium” e, do meu ponto de vista, caro. Não estamos falando de cartas disponíveis em boosters normais, decks pré-montados de Commander, boosters de colecionador ou mesmo de box toppers (as cartas que vêm como um “brinde” junto com caixas de boosters). Não, Secret Lairs são produtos difíceis de serem obtidos de alto preço e com tiragem limitada em relação ao tempo de disponibilidade para o pedido. Até este momento, Secret Lairs continham apenas variantes cosméticas de cartas já existentes. Não concordo que isso exime o produto de críticas, mesmo em relação ao seu preço, mas o fato é que, se não pudéssemos adquirir o produto ou caso não tivéssemos interesse nas artes apresentadas, poderíamos simplesmente jogar com as versões normais, já existentes (estou ignorando o Secret Lair absurdo das Fetch Lands, ok?). Entretanto, a coisa muda de figura quando a linha Secret Lair passa a oferecer cartas únicas que podem ser utilizadas no jogo. Estas cartas não podem ser adquiridas de nenhuma outra maneira a não ser através do exclusivíssimo Secret Lair. [image](https://cdn.cardsrealm.com/images/uploads/1601493993.jpeg) Se algumas destas cartas eventualmente se tornarem staples (cartas essenciais e muito importantes) nos formatos onde serão válidas, a vasta maioria dos(as) jogadores(as) simplesmente não terão acesso a estas peças essenciais para o jogo e, portanto, não só a habilidade será necessária para um jogo otimizado, mas maior poder de compra para adquirir as cartas também será decisivo para criar uma vantagem dentro da partida. Isso já acontece hoje em dia (de novo, as Fetch Lands são um exemplo), mas ao invés da empresa tentar resolver o problema, ela estará cavando mais fundo neste buraco. É importante destacar: Caso alguém se esqueça, *Magic é um jogo*. As possibilidades de coleção, investimento e todo o resto existem e são válidas, mas são secundárias em relação à categoria “jogo”. Cartas cosméticas raras e exclusivas são discutíveis, mas justificáveis até certo ponto. Porém, cartas que são criadas com a intenção de serem raras, caras e exclusivas mas que também podem ser utilizadas no jogo são injustificáveis, em meu ponto de vista. Até porque a Wizards sabe que peças de jogo exclusivas não são bem vistas pela comunidade. Como disse o [link](https://markrosewater.tumblr.com/post/629468838574096384/where-did-the-decision-to-not-an-exclusive-buy-a)(próprio Mark Rosewater) em seu “Blogatog”: [image](https://cdn.cardsrealm.com/images/uploads/1601493858.jpeg) A pergunta “De onde veio a decisão de não fazer cartas promocionais exclusivas de buy-a-box em Zendikar Rising?”, Rosewater respondeu “Estamos ouvindo o feedback dos jogadores. As cartas de Buy-a-Box com mecânicas únicas irritaram várias pessoas”. Como bem [link](https://youtu.be/TAwk6RiK_dE?t=172)(apontado pelo Professor), só levou duas semanas até ignorarem o que haviam dito sobre cartas exclusivas com mecânicas únicas, através do anúncio do novo Secret Lair. Alguém pode dizer: “Mas Exylem, essas cartas podem nem ver jogo! São cartas legais, mas que não têm espaço nos formatos eternos!”. Meu amigo e minha amiga, você está subestimando a criatividade dos(as) jogadores(as) na criação de novos combos e arquétipos, além do precedente perigoso que isso gera. Esse é o primeiro Secret Lair. Um teste. Um pé adiante na estrada tortuosa, cheia de espinhos e com o Michael Myers observando ao longe, querendo assassinar sua carteira e o Magic como o conhecemos. O que acontecerá se novas cartas exclusivas forem lançadas? E se as cartas de Secret Lair se tornarem cada vez mais poderosas? [image](https://cdn.cardsrealm.com/images/uploads/1601493799.jpeg) Não. Eu não gosto deste Secret Lair novo e do precedente que ele abre. Eu acho que a comunidade deve, sempre respeitosamente e de forma construtiva, se manifestar contra este tipo de produto. Não acho que este seja o caminho pelo qual queremos ver o Magic caminhar.

Compartilhe:

Nota

0

Profile Main Image

Gabriel

Professor, biólogo, jogador de MTG Pauper (MBC ftw) e "commandeiro" nas horas vagas. Faço transmissões na Twitch jogando Pauper, Standard e outros jogos e formatos.

Social

User profile image
Profile Main Image

BETÃO

TOP FIVE dos Artefatos pouco usados no Pauper


Hey hey meus queridos, Betão chegando com mais um TOP FIVE de cartas deixadas de lado do Pauper, mas que ainda podem ver jogo nas nossas mesas de cozinha, num Pauper menos competitivo e até mesmo no nosso amado Pauper Commander. Hoje é o dia dos Artefatos. Todas as cores podem utilizar quase todos os artefatos, exceto aqueles que tem cores específicas, mas não são muitos, então basicamente, qualquer deck pode utilizá-los. Então vamos conferir a lista de hoje. [cardinfo](Shriekhorn) Ele joga no Dredge no Modern, uma ótima carta, e pode ver espaço sim em decks como *Reanimator* e até mesmo o *Torture Existence*, pois pode virar ele no fim do turno do oponente, desvirar na sua fase de desvirar, e ainda usar novamente antes de comprar, com o intuito de mandar para o cemitério o *Stinkweed Imp* e desencadear seu Dredge na draw até. [cardinfo](Tablet of Epityr) No cenário atual das cartas que vem sendo lançadas, combinadas com outras cartas já existentes, *Tablet of Epityr* pode ajudar a ganhar vida nos momentos certos e permitir sobreviver às investidas adversárias até conseguir todas as peças de um possível combo, como é o caso do deck *Myr Combo* que apareceu há pouco tempo. No PDH pode entrar facilmente nos decks de sacrifício de artefatos, e ser beneficiado também pelo [card](Archaeomender). [cardinfo](Thought Vessel) Carta que gera uma mana incolor, um ramp, mas ela tem algo especial, permite ao seu controlador não ter limite de cartas em sua mão. Isso no PDH é ótimo em muitos cenários, principalmente quando o jogador tem permanentes que desencadeiam habilidades de comprar cartas. No pauper talvez não veja muito jogo, talvez num combo de compra de cartas e de "millar", com *Jace's Erasure*. [cardinfo](Tooth of Chiss-Goria) Carta com Afinidade com artefatos, em algum momento já apareceu em uma ou outra lista do Affinity, mas não é usado nos últimos anos. Pode entrar a custo zero e dar aquele +1/+0 que talvez seja fatal, todos os turnos, e ainda pode sacrificá-lo após ativar sua habilidade. Importante ressaltar que ele pode ser conjurado como uma mágica instantânea. [cardinfo](Hierophant's Chalice) O cálice além de ramp, é um potencial combo, principalmente com *Ghostly Flicker* e *Mnemonic Wall*, dependendo do cenário, comba infinito, principalmente no PDH que tem meios de desvirar terrenos mais facilmente. Artefatos podem ser versáteis, estruturar um grimório, complementar um plano de jogo, eles podem tem funções incríveis no jogo. Espero que tenham gostado desse TOP FIVE, muito obrigado pela leitura e até o próximo.

Compartilhe:

Profile Main Image

BETÃO

Betão, professor de Física, entusiasta de todos os formatos, se dedica única e exclusivamente ao Pauper desde 2019 e recentemente ao PDH.

Social